Mães e Pais na 1ª Pessoa

Filipa Cortez Faria 

My Happy Kids

Tudo sobre a Primeira Comunhão

 

Finalmente o post sobre a primeira comunhão! Foram vários os pedidos em mais do que uma ocasião e confesso que não o fiz antes porque não consegui. Adorava ter tempo para publicar sobre todos os temas que me pedem e sobre todos aqueles que me lembro, mas nem sempre consigo.

Por já estarmos em maio pensei mesmo em deixar para o próximo ano, até que amigas de amigas minhas, que vão ter os filhos e filhas a fazer a Primeira Comunhão no próximo mês insistiram mais uma vez e por isso aqui está o post sobre este tema.

Quando pensamos em primeira comunhão é inevitável pensar no que vestir e que acessórios utilizar, o que oferecer e na recepção em casa (ou noutro local). Se falarmos de rapazes a equação é simples: uma camisa, calções e eventualmente um blazer. Quando se trata de meninas tudo se multiplica em mil e uma opções: vestido curto ou comprido, com ou sem fita, coroa de flores ou apanhado, e por aí fora. As propostas para as meninas são lindas e por isso é fácil cair em tentação, aliás, quando for a minha Carminho a fazer a primeira comunhão, só peço que possa usar um vestido e não tenha que ir fardada.

O que vestir e que acessórios utilizar

Meninas

Como vos disse, para meninas há imensas opções. Eu prefiro os vestidos compridos, mas têm a desvantagem de serem menos versáteis, de maneira que proponho alguns curtos para que possam usar noutras ocasiões (género batizados, casamentos e outros dias especiais).
Prefiro branco a cru, gosto de tecido leves e pouco armados. Adoro algodão, aquele com pintinhas, fica apetitoso, mas também gosto de tecidos alinhados, com pormenores de rendas discretas, no mesmo tom do vestido. Se escolherem vestidos compridos a faixa é quase obrigatória. Adoro os tons taupe, como o rosa e o cinza, se bem que o acqua ou salmão também ficam giríssimos e dão um toque de cor e alegria ao conjunto.

Os sapatos que melhor resultam são as sabrinas ou bailarinas (aquelas sabrinas com atilhos). Uma outra opção, para os vestidos curtos, são os sapatos clássicos com fivela ou até merceditas, mas sempre em tons claros, como o beige, rosa clarinho e cinza.

Rapazes

Para eles uma camisa branca ou azul clara, ou até um tom diferente mas num tecido nobre, género linho ou um bom algodão. Riscas e quadrados são de evitar. Calções beige de preferência, ou outro tom neutro que resulte com o conjunto. Adoro a versão camisa branca de gola à padre em tecido alinhado e calções beige/camel, nunca falha. Podem juntar um blaser azul escuro, ou optar por uns calções caqui/azul indigo e um blaser beige em linho. Neste último caso, sempre com camisa branca, de preferência de gola à padre.

Se quiserem podem usar gravata, mas aí a camisa já deverá ter gola e até umas riscas para se tornar mais jovial.
Os sapatos podem ser mocassins, alpercatas ou menorquinas, em tons neutros, de preferência beige ou caramelo.

Cabelo

Ter meninas significa ter de pensar em mais coisas e, neste caso, o cabelo é essencial para compor o look. Apesar de ser adepta do cabelo solto e com o mínimo de acessórios, adoro ver uma coroa de flores verdadeiras, tranças e apanhados em dias especiais. Podem encomendar as coroas na Made For Princess, são lindas e as verdadeiras aguentam perfeitamente de um dia para o outro.

Convites, pagelas e ofertas

Não é obrigatório haver um convite em papel, se bem que sou da opinião que fica sempre bem e é uma recordação. Já as pagelas, essas sim, são essenciais. Uma sugestão para os convites e pagelas: Malaquite Ilustrations, são amorosos. Para além das pagelas, as lembranças como as cruzes em madeira gravadas com o Pai Nosso ou Avé Maria, os terços decorados e as dezenas funcionam sempre bem. Aqui, para as lembranças, recomendo sem dúvida as da Terços da Lupinha, para mim uma referência neste campo e que dita as tendências.

Festa e Presentes

É comum oferecer-se um lanche, almoço ou jantar (consoante a hora da Comunhão) aos nossos convidados, geralmente num registo familiar e entre amigos, algo relativamente informal mas com bom gosto. Nesse caso há que pensar numa decoração simples mas elegante, com uma base branca, flores naturais, o bolo da comunhão e pouco mais.

Os convidados poderão oferecer uma medalha ou cruz em prata, com ou sem fio, um terço ou fazer parte de um presente maior e mais especial que faça sentido para aquela criança.

Blog | My Happy Kids