Mães e Pais na 1ª Pessoa

Inês Simões 

Eu, Mãe

Tomei uma decisão executiva

Como boa produtora executiva deste casamento em particular e desta casa em geral – eu mando em tudo, basicamente hahahaha pois… – tomei uma muito importante ontem.

Pois que já estava fartinha deste chove e não molha de idas à retrete, fraldas de treino, fraldas enormes, Pedro faz na fralda, Pedro vai à casa de banho, Pedro não se rala nada com o cocó na fralda, Pedro gosta tanto da retrete como da porcaria.
Então, ontem foi assim: P acordou e lá foi ao trono e fez xixi, muito bem. Mais tarde, depois do pequeno-almoço, nova ida com sucesso. E eu decidi ali mesmo ” Acabou-se esta história de andar sempre no tira fralda põe fralda, Péco, escolhe aí a cuequinha preferida do Mickey para usar hoje! Não há fralda nem meia fralda para ninguém! “
O P ficou em êxtase e escolheu com entusiasmo a sua cueca do Mickey e foi vê-lo todo lampeiro a vestir a cueca com entusiasmo! Nunca pensei! Passei o resto da ida ao colégio a perguntar se queria fazer xixi e a louvar a sua decisão, e que crescido que era, e que linda era a cueca, e o cuidado para não a sujar e que bom era subir e descer a cueca e tudo e tudo.

É que ele já sabe perfeitamente a teoria, mas mantinha-se na preguiça da fralda. Agora, estamos em cima do acontecimento, estamos na autonomia, estamos em acção!
Balanço do primeiro dia: um sucesso!, com um fim a resvalar um pouco…
No colégio, um único deslize, ao lanche, o pãozinho estava a saber melhor que a perspectiva de ir à casa-de-banho… Em casa, tudo muito bem até à última hora. Depois do jantar, e de um cocó que o marido reportou ter sido épico, estávamos descansadinhos e muito orgulhosos da minha decisão executiva. Eis senão que Pequinho faz cara de number Two e eu panico logo AAAAHHHHHHH vamos para a casa de banho!
Mas já era tarde demais… Cocó na cueca. Banheira com ele, cocó por todo o lado e um gostinho de ruína, de sujeirada por todo o lado, de não retenção, para ver como é bom afinal isto de puxar a descarga, que lindo que é, que bem que sabe, não é? Éééé…

Hoje, até ver, tudo muito bem…

Estou contente, acho que foi uma boa decisão, chega de fraldas de dia! E o facto é que de cada vez que vamos fazer, ele faz, por isso ele está a pescar o sentido à coisa.
Sei que agora os próximos dias e semanas serão com o credo na boca, mas foi uma decisão executiva, não há retorno!
Pois não?

Blog As Maravilhas da Maternidade