Mães e Pais na 1ª Pessoa

Mónica Santana Lopes 

A Mulher é que Manda

Tenho MEDO!

Olá, olá! Tenho MEDO! A caminho da escola, ouvimos na rádio que hoje é o Dia Internacional das Crianças Desaparecidas. Mal acaba de dar a notícia ouço uma vozinha vinda do banco de trás a fazer perguntas sobre as crianças desaparecidas, quem eram e onde tinham desaparecido. Lá lhes expliquei o porquê desta data e a importância de se assinalar este dia. Quando acabei a minha explicação, tentando que fosse simples para que as cabecinhas de criança a entendessem, a minha filha mais pequenina diz “Mãe, proteja-nos sempre! Não queremos que alguém nos roube!”. Lá a tentei tranquilizar, enquanto o meu coração apertava no peito e rezava baixinho para que nenhuma de nós as três soubesse o que isso era. O assunto passou rapidamente para outro e lá seguimos a nossa vida tranquilamente.

Uma hora depois, estava a “passear” pelo facebook quando me aparece este vídeo e foi impossível não me desmanchar a chorar, foi como um balde de água gelada. Nesse momento apercebi-me que nós realmente não somos nada, não controlamos nada e, mesmo que queiramos, existem situações que não conseguimos proteger os nossos filhos! São situações extremas é claro, como a guerra, raptos, doenças… mas foi como um chapadão de realidade que me mostrou que não consigo proteger as minhas filhas de tudo e todos! Senti-me impotente, com medo, em pânico! Que porcaria de mundo que separa famílias, traumatiza crianças, mata quem gostamos! Será que a ganância e o egoísmo vão terminar algum dia?! Será que um dia poderemos viver realmente em paz?!

Só de estar a escrever este texto sinto um nó na garganta, os olhos enchem-se de lágrimas e fico com vontade de fugir com as minhas princesas para o sítio mais seguro do mundo, agarrá-las no meu colinho com muita força e não as deixar sair de lá nem por um segundo, para o resto das suas vidas!

Confesso que me sinto um pouco louca por ter estes medos, mas credito que não devo ser a única mãe a sentir estes receios, principalmente quando sabemos que estas situações são uma realidade.

Beijinhos tristes,
Mónica

Blog | A Mulher é que Manda