Espaço Família | Como Cresceram

Internet & Tecnologia

21 de Outubro de 2014

Tem protegido os seus filhos na Internet?

proteger o seu filho

Pode parecer uma questão inocente, mas não é. Muitos pais acreditam que os seus filhos estão mais seguros a utilizar a Internet (de forma não vigiada) do que quando estão na rua a brincar. Por vezes, esta falsa sensação de segurança pode levar à ocorrência de incidentes desagradáveis ou até perigosos. Na verdade, esses incidentes podem não apenas ocorrer com os seus filhos, mas também consigo.

Para ajudar a proteger-se a si e aos seus filhos na Internet, o Centro Internet Segura dá-lhe algumas dicas:

1 – Pense duas vezes antes de publicar

Quando está prestes a partilhar alguma coisa, faça uma pausa e imagine alguém que respeita a ler o que escreveu ou a fotografia que partilhou. Se isso o deixa desconfortável, então é melhor não partilhar. Ensine esta regra de ouro aos seus filhos.

2 – Onde está o seu nick(name)?

Em vez de utilizar o seu verdadeiro nome, utilize um nick nas redes sociais. Considere a possibilidade de ter uma conta de e-mail só para as redes sociais e outra para o trabalho. Isto vai ajudar a manter-se oculto nas redes. Poderá não desejar ser encontrado na Internet pelas pessoas com quem trabalha. Por isso, tome cuidado.

3 – Verifique as suas definições

Utilize e otimize as definições de segurança dos sites das redes sociais de forma que, apenas os seus amigos e família possam ver as suas páginas. Encoraje-os a otimizar as suas definições. Não se esqueça que mesmo que consiga impedir a visualização do seu perfil, as suas publicações noutros perfis podem estar acessíveis aos utilizadores.

4 – Vai mesmo usar o nome de solteira da sua mãe?

Não utilize o nome verdadeiro da sua mãe como uma password. Não interessa se utiliza um nome verdadeiro ou falso, pelo que deverá apenas utilizar um nome que só você sabe. Esta é uma das regras que deverá ensinar ao seu filho. Peça-lhe que não utilize o seu nome como password.

5 – Proteja a informação pessoal

Não partilhe informações como a sua morada, o seu endereço de correio eletrónico ou o seu número de telefone em perfis públicos. Uma destas informações pode ser utilizada para um desconhecido para saber ainda mais sobre si. Por exemplo, se quiser incluir o seu aniversário como uma informação disponível no seu perfil, não a deixe disponível para o público. Esta informação é muitas vezes utilizada para roubos de identidade.

6 – Fotografias e vídeos

Tenha cuidado ao selecionar as fotografias e vídeos que vai partilhar. Evite fotografias que identifiquem a sua casa, trabalho, escola ou sítios onde costuma estar. Relembre-se que uma vez que partilhou uma fotografia sua na Internet, outras pessoas poderão visualizar e descarregar essas fotografias.

7 – Dê apenas o necessário

Ensine aos seus filhos a dar apenas a informação necessária quando preenchem os perfis. Para além disso desenvolva o seu espírito crítico: Um website de jogos não precisa de saber a sua morada.

8 – Prefira as mensagens privadas

É quase sempre possível ter uma conversa em privado com os seus amigos, através das redes sociais. Se está a ter uma conversa pessoal, esta é melhor opção. Caso contrário, estará a partilhar a sua conversa com vários utilizadores. Caso a mensagem privada não seja possível, poderá sempre utilizar o e-mail.

9 – Elimine contas antigas

Se deixou de utilizar uma conta, rede social ou fórum, está na altura de encerrar essa conta. Não existe a necessidade de deixar informações sobre si espalhadas na Internet.

10 – Utilize a atualize o seu antivírus

Faça questão de ter sempre um antivírus ativo e atualizado no seu computador e telemóvel. Ensine aos seus filhos a ter sempre muito cuidado com o que descarregam e instalam no seu computador.

Navegue em Segurança!

logo_internet_segura