Mães e Pais na 1ª Pessoa

Patrícia Saramago 

Com Bicharocos Carpinteiros

Sugestão de Atividade – Os Poderes do Francisco

A pedido da escola e por ocasião do Dia do Livro, fomos desafiados eu e o Francisco a escrever uma história em conjunto, em que um dos personagens se chamasse Francisco.

Pensei que fosse difícil, achei que ia ser demorado, que teríamos que fazer muitas pausas…
Nada disso!
Foi muito giro, gostámos os dois, e é incrível a facilidade com que os pequenitos, sem constrições próprias de idades mais avançadas e com uma imaginação galopante, fazem estas atividades.

Aqui está a nossa história. Experimente aí em casa e partilhem connosco a vossa.

Os Poderes Mágicos do Francisco

Era uma vez o Francisco que brincava aos poderes com o seu comboio de LEGO.

Na sua brincadeira, o Francisco pediu um desejo.

–       Quero ter poderes:

1 – O poder do Sonic, para ser muito rápido;

2 – O poder de ajudar os amigos a serem amigos da Natureza (não deitarem lixo para o chão, etc.)

3 – O poder de dar abraços às pessoas que estão tristes, fazendo com que elas fiquem felizes.

Pensando nisto, o Francisco que ainda se lembrava muito bem  dos desejos pedidos na passagem de ano, foi ter com a mãe e pediu-lhe 3 passinhas, uma para cada desejo.

A mãe estava a preparar as roupas para os filhotes vestirem na manhã seguinte e perguntou para que eram essas passinhas.

O Francisco explicou, e a mãe disse-lhe que se ele comesse essas passinhas  ficava logo com os poderes que estava a pedir.

O Francisco comeu enquanto os dois, o Francisco e a mãe contavam:

– Um, dois e três, abracadabra pés de cabra!

E nesse momento a magia aconteceu…

O Francisco ficou com esses poderes mágicos e a mãe explicou-lhe:

–       Francisco, agora já tens os poderes mágicos.

Quanto a o primeiro poder, agora basta despachares-te sem te distraíres e vais confirmar que estás muito, mas mesmo muito mais rápido.

Esse poder já está contigo e o desejo já se concretizou.

Quanto ao segundo poder, o poder de ajudar os amigos a serem amigos da Natureza, ele também já te foi concedido. Agora sempre que vires um amigo a maltratar a Natureza, apenas tens que lhe dizer que não é bom fazer as coisas assim e  ensinares os amigos a fazer corretamente as coisas na Natureza, como por exemplo ensinares os amigos a deitarem o lixo no caixote em vez de deitarem no chão.

O terceiro poder já tens, cada abraço que dás faz os amigos mais felizes.

O Francisco ficou muito feliz com os seus três poderes mágicos.

Vitória, vitória acabou a nossa história.

Pozinhos de perlim pim pim a história chegou ao fim.

Blog | Com Bicharocos Carpinteiros