Espaço Família | Somos um Casal

27 de Outubro de 2014

Resumo de um tratamento de fecundação In Vitro

casal gravido

Nos últimos dias recebi vários emails com dúvidas sobre as etapas dos tratamentos de fecundação in vitro (FIV) e por essa razão hoje resolvi fazer um resumo com a sequência dos passos para a realização de um tratamento:

1) 1ª CONSULTA MÉDICA

Durante esta consulta o médico deverá recolher toda a informação clínica do casal. Deverá fazer um exame físico da mulher, consultar os exames prévios do casal e/ou solicitar a realização de alguns exames (exemplo espermograma).

2) CONSULTA PARA DEFINIR O TRATAMENTO

Com os resultados dos exames pedidos o médico deverá aconselhar o tratamento que melhor se adequa ao casal. É geralmente nesta consulta que o médico define qual o plano para a estimulação dos ovários.

3) PLANO DE ESTIMULAÇÃO OVÁRICA

O objetivo da estimulação dos ovários é a obtenção de um número de ovócitos em quantidade suficiente que permita obter embriões de boa qualidade para transferir para cavidade uterina e assim aumentar as probabilidades de gravidez. Por essa razão, é muito importante a mulher seguir rigorosamente as instruções médicas nesta fase do tratamento. Antes de iniciar a estimulação o médico poderá sugerir que a mulher tome a pílula durante alguns dias ou que faça a administração de um agonista da hormona libertadora de gonadotrofinas GnRH  (para bloquear os estímulos da hipófise) e assim evitar o desenvolvimento de folículos antes do início da estimulação.

4) CONSULTA PARA AVALIAÇÃO DOS OVÁRIOS
Nesta consulta o médico deverá confirmar que os ovários estão em repouso (isto é que não têm folículos a crescer) e que a mulher pode iniciar a estimulação

5) ESTIMULAÇÃO DOS OVÁRIOS E ACOMPANHAMENTO MÉDICO
A mulher deverá administrar a medicação prescrita pelo médico para estimular os ovários. Ao longo deste processo (o nº de dias é variável, em média a estimulação dura 12 dias), a mulher deverá fazer várias ecografias para monitorizar o crescimento dos folículos e fazer análises de sangue.

6) INDUÇÃO DA OVULAÇÃO

7) PUNÇÃO FOLICULAR

8) INSEMINAÇÃO DOS OVÓCITOS (FIV E OU ICSI)

9) DESENVOLVIMENTO DOS EMBRIÕES EM LABORATÓRIO
Os embriões resultantes da fertilização dos ovócitos ficarão em laboratório afim de serem selecionados os de melhor qualidade para serem transferidos para a cavidade uterina. Geralmente são transferidos 1 ou 2 embriões.

10) TRANSFERÊNCIA DOS EMBRIÕES 

11) CONGELAÇÃO DOS EMBRIÕES EXCEDENTES DE BOA QUALIDADE

12) TESTE DE GRAVIDEZ

13) ECOGRAFIAS GESTACIONAIS
Após a confirmação da gravidez é geralmente programada uma ecografia passado 10 dias para comprovar a presença de um saco gestacional. Se estiver tudo bem, o médico deverá programar nova ecografia para comprovar a presença de batimentos cardíacos no embrião.

Espero que tenham ficado esclarecidos!
Boa Sorte!!!

Blog | O meu Laboratório de Sonhos