Atualidade

22 de Fevereiro de 2017

Recém-nascidos que convivem com cachorros adoecem menos

Uma das preocupações de todas as mães é o contato de bebés com nossos animais domésticos. Muitos evitam que os bebês recém-nascidos fiquem perto de cães e/ou gatos, mas isso não é um problema.

Um estudo realizado pelo Hospital Universitário Kuopio, na Finlândia, revelou que os cachorros podem beneficiar muito os bebês, aumentando a imunidade das crianças contra problemas respiratórios e infecções. A pesquisa, realizada com 397 crianças nascidas no hospital entre setembro de 2002 e maio de 2005 durante seus primeiros anos de vida.

Constatou-se que os bebés que tinham contato cachorros ou gatos tiveram menos infecções no ouvido, entupimento de nariz e tosse. E também precisaram de menos antibióticos. A razão para isso é que os cães, com sua pelagem, levam alguns germes e bactérias para dentro de casa, amadurecendo mais rapidamente o sistema imunológico e aumentando o sistema de defesa das crianças.

Crianças sem contato cachorro em casa eram saudáveis em 65% do tempo em comparação com 76% daquelas que tinham um animal de estimação. Bebês que convivem com cães tinham 44% menos chances de ter infecções de ouvido e 29% menos necessidade de usar antibióticos.

Crianças que passam de 0 a 6 horas diariamente com um cachorro têm menos chances de ficarem doentes.

Está provado, nossos amigos peludos não fazem bem somente aos nosso corações, eles nos deixam mais saudáveis, emocional e fisicamente.

Fonte | ANDA – Agencia de notícias de Direitos dos Animais