Espaço Família | Vem aí um irmão

Psicologia Clinica

20 de Fevereiro de 2014

Quando passar a criança do quarto dos pais para o seu quarto?

Deixar a criança no seu quarto é uma preocupação eminente para muitos pais nos primeiros meses de vida do bebé. Contudo, ter o seu próprio quarto permite à criança iniciar experiências de autonomização. Daí a importância de adormecer já na sua cama, sendo que a partir dos 8-9 meses a criança já tem capacidade para adquirir essa autonomia. É a idade ideal para que se habitue a dormir no seu próprio quarto e na sua cama. Aprender a dormir é evidentemente um passo essencial no caminho para a autonomia, sendo fundamental assumir que “esta autonomia “aprende-se” porque se educa, numa atmosfera de paixão” (Brazelton, 2006).

Adiando esta mudança será mais difícil para todos, pois obriga os pais a criarem novas rotinas e a criança a habituar-se a novos ambientes. O quarto de dormir deve ser sossegado, de cores suaves e utilizado exclusivamente como quarto de dormir se possível (sem outros estímulos) e não como quarto de brincar.

A criança pode dormir com o seu “objeto de transição” (boneco, chupeta, fralda) que assume um efeito tranquilizador e securizante. A criança sentir-se-à competente e capaz de se confortar sozinha sempre que acordar quando estabelecer o seu padrão de auto-conforto, que pode passar por chuchar no dedo, enrolar-se, remexer no seu cobertor preferido ou num boneco de peluche. Pouco a pouco, os pais terão cada vez mais o seu papel facilitado, possibilitando à criança o controlo da situação.

Assim se desenha uma das melhores imagens da parentalidade, podendo “entrar no quarto do bebé e ver o ar calmo e doce de uma criança que dorme bem” (Brazelton, 2004).

 

cefipsi

Dra. Sandra Silva

(Psicóloga Clínica e Mediadora Familiar)