Atualidade

20 de Maio de 2014

Portugal no top 10 dos países mais seguros para se nascer

Portugal está entre os 10 países mais seguros para os recém-nascidos, pois tem uma das taxas de mortalidade neonatal mais baixas do mundo. A conclusão é de um estudo publicado esta terça-feira na revista “The Lancet”.

Os dados agora conhecidos vêm reforçar a posição de Portugal enquanto um dos menos penalizados na taxa de mortalidade infantil (crianças até aos cinco anos). Agora tem também uma das melhores taxas de mortalidade neonatal (crianças com menos de 28 dias).

Com 1,8 recém-nascidos mortos em cada mil nascimentos, Portugal surge no nono lugar dos países mais seguros para se nascer, em dados relativos a 2012, ano em que, de acordo com a revista científica, morreram 170 recém-nascidos.

Segundo a “Lancet”, o país teve uma redução de 74% na taxa de mortalidade neonatal entre 1990 e 2012 e é o sétimo país do mundo onde a taxa mais caiu em cada ano.

A revista, que alega apresentar o quadro mais claro de sempre sobre as hipóteses de sobrevivência de um recém-nascido, coloca no topo da lista dos países mais seguros para se nasce o Japão e, no extremo oposto, a Serra Leoa.

Fonte | Rádio Renascença