Mães e Pais na 1ª Pessoa

Filipa Oliveira 

Mini Feijão

parto normal após cesariana

a minha cabeça não pára de pensar nisto, talvez porque a data fica cada vez mais próxima. Peso os prós e contras de ambas as situações, sendo que tive uma cesariana exemplar com uma recuperação fabulosa, pelo que não é uma situação que tente evitar a todo o custo devido a uma má experiência. Vejo vídeos de partos normais [eu sei que não devo, eu sei] e vejo gritos, dores, e outras coisas e não me revejo numa coisa daquelas. Tive um parto tão sereno, tão tranquilo… Queria que a próxima experiência deixasse as mesmas óptimas recordações.

Sei que não induzem, sei que caso rompa a bolsa sem contracções que será nova cesariana, sei que se passar as 41 será nova cesariana, só será parto normal se acontecer de forma completamente espontânea e terei de estar ligada ao CTG em contínuo devido ao risco de ruptura uterina. Para além de que nesse caso dificilmente terei a minha obstetra presente, podendo ter a sorte [ou o azar] de ir parar às mãos de qualquer um que esteja na urgência.

Ela já me perguntou o que iria ser desta vez :) eu disse que não sabia, que ainda estava a reflectir. Mas como se decide entre o conhecido e o desconhecido?

 

Blog: Mini Feijão