Espaço Família | Somos um Casal

Psicologia

13 de Maio de 2015

Pais dos nossos dias brincam mais

father and son playing with globe on the beach

Os homens do nosso tempo passam cerca de duas semanas por ano a brincar com os filhos, ou seja, cerca de mais três dias do que na geração anterior. Um estudo britânico revela que os pais privilegiam os momentos de lazer com as crianças e, em média, investem seis horas e meia por semana nas brincadeiras em família.

As atividades desportivas e ao ar livre são as preferidas, com um terço dos homens questionados pelo “The Brave Bones Club” a garantirem que também são adeptos de fins-de-semana e férias em família onde todos possam usufruir de experiências em comum e onde as crianças possam experimentar coisas novas.

Os autores do estudo defendem que esta nova abordagem à parentalidade masculina é resultado de uma geração educada “por homens que nunca pareciam ter tempo para brincar com as crianças”. Ou seja, é uma reação “natural de quem não quer replicar esse modelo”.

Amanda Gummer é psicóloga e fundadora da consultora “Fundamentally Children”. Esta especialista acredita que os pais estão a fazer uma boa opção, já que “as crianças aventureiras desde cedo desenvolvem capacidades que lhes vão permitir um desenvolvimento harmonioso durante a infância e ganhar ferramentas importantes para a idade adulta”. Os homens, ressalva, “optam por brincadeiras mais físicas que as mães, o que leva os filhos a procurarem ultrapassar limites, com a certeza de que o pai está lá para os manter seguros e para os ajudar”.

Fonte: Pais & Filhos