Espaço Família | Como Cresceram

Internet & Tecnologia

20 de Maio de 2014

Os seus filhos e as webcams: Riscos e prevenção

Com o aumento dos sistemas que permitem videoconferências, os riscos de o seu filho estar a utilizar uma webcam comprometida estão a aumentar. Se mantém a webcam ligada ao computador, o seu filho pode estar a ser observado por desconhecidos.

Hoje em dia, um hacker consegue não só ganhar controlo de um PC mas também controlar dispositivos periféricos como a webcam e os microfones, podendo gravar e observar o utilizador do dispositivo.

Este acesso indevido pode ser possibilitado através da instalação de um Remote Acess Trojan (RAT). Esta instalação ocorre geralmente sem que o utilizador se aperceba, através da instalação de aplicações provenientes de fontes não oficiais ou de origem duvidosa.

Mas então, o que pode fazer para proteger o seu filho?

– Verifique que os sistemas operativos dos dispositivos da rede estão devidamente atualizados;

– Relembre aos seus filhos que não deverão instalar aplicações que não sejam oficiais ou cujas fontes desconheçam;

– Tenha os seus aparelhos sempre protegidos por antivírus e antimalwares atualizados;

– Desligue as webcams dos computadores quando estas não estão a ser utilizadas. Caso estejam integradas no sistema, tape a lente com um adesivo ou post-it;

– Informe os seus filhos para quando utilizarem a câmara, a colocarem numa posição que não revele informações importantes (janelas, teclado, áreas da casa);

– Explique aos seus filhos que não deverão fazer nada em frente da webcam que os deixasse desconfortáveis fazer em público, uma vez que podem estar a ser gravados;

Navegue em Segurança!

 

Nuno Moreira

Coordenador do Centro Internet Segura na Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Segurança Online

logo_internet_segura