Espaço Família | O nosso 1º Filho

Cuidados ao Bebé

2 de Maio de 2014

O temido coto umbilical

O cordão umbilical permite, através de vasos sanguíneos pelos quais é constituído, que o bebé receba alimento e oxigénio quando ainda está no útero materno. No momento do nascimento o cordão é cortado e clampado com uma espécie de mola que evita que haja sangramento no local. Inicialmente tem um aspeto amarelado e gelatinoso mas à medida que os dias passam vai ficando com uma coloração preta e cada vez mais seco.

Por já não haver circulação sanguínea as células acabam por morrer e por esse motivo trata-se de um tecido sem sensibilidade. A sua manipulação não trás incómodo ao recém-nascido, ele pode chorar durante a limpeza do coto umbilical por ter frio e não porque lhe dói.

Untitled

O coto umbilical é motivo de muita ansiedade para os pais quer pelo aspeto, quer pelas dúvidas que surgem na sua limpeza. “Será que devo estar sempre a limpar?”, “Será que lhe dói?”.

A preocupação dos pais não deverá estar relacionada com o aspeto ou com a sensibilidade do bebé mas sim com a limpeza do local. É muito importante que esteja sempre limpo e seco para que se previnam infeções.

A sua limpeza deverá ser realizada durante o banho tal como lava todas as outras partes do corpo. Para além do momento do banho,  cada vez que muda a fralda deve observá-lo e limpar caso esteja sujo. A queda do cordão acontece entre o 7.º e o 10.º dia de vida do bebé, no entanto, na zona do umbigo ainda se mantém um tecido preto, que até estar completamente cicatrizado e ter um aspeto de “umbigo normal”, deve ser limpo e seco com o mesmo cuidado.

Apesar de ainda se falar da desinfeção do coto umbilical com álcool a 70ºC sabe-se actualmente que o álcool atrasa a queda do coto e a limpeza é tão eficaz como a desinfeção. Para mantermos o coto limpo é importante deixá-lo acima da fralda para que esteja livre da urina e das fezes, ficando exposto em contacto com a roupa.

Abaixo fornecemos um conjunto de dicas para a limpeza do coto umbilical passo a passo:

1.º Passo: Lave bem as suas mãos;

2.º Passo: Reúna compressas limpas (não são necessárias esterilizadas) e soro fisiológico ou água limpa da torneira;

3.º Passo: Coloque a água/o soro no centro de 3/4 compressas;

4.º Passo: Dobre a compressa em quatro e com o bico formado que está húmido limpe a base do coto e a pele circundante com movimentos circulares;

5.º Passo: Desperdice a compressa e repita o procedimento até que fique sem secreções.

Untitled_I

Caso o cordão umbilical demore mais tempo a cair do que o esperado, haja alteração do cheiro, a pele à volta fique vermelha ou inchada dobre a sua atenção e se estes sinais se mantiverem contacte o médico/pediatra pois pode tratar-se de uma infeção.

Mónica Corte-Real e Sigride Rodrigues
Enfermeiras e autoras do blog Chá de Bebé

logo1