Mães e Pais na 1ª Pessoa

O país que menos ajuda as mães

Vi um artigo publicado no jornal Publico e não quis deixar de partilhar.

Segundo um estudo europeu, os países do Sul da Europa (entre os quais Portugal) são os países onde pelo menos 40% dos avós tomam contam dos netos menores de seis anos enquanto os pais estão a trabalhar. De acordo com os autores do estudo, a explicação deste facto deve-se às baixas prestações sociais pagas aos pais quando estes ficam em casa a cuidar dos filhos mas também à falta de creches e oportunidades para que as mães trabalhem apenas a tempo parcial.

O estudo adverte também para o problema que a nossa sociedade vai ter se for aumentado o tempo para a reforma uma vez que vai impossibilitar a ajuda dos avós na prestação de cuidados aos netos.

Achei interessante este artigo, mas confesso que não fiquei surpreendida com o seu conteúdo. Nos dias que correm é muito difícil não recorrer à preciosa ajuda dos avós nem que seja por um par de horas para cuidarem dos netos. Penso, que caso seja possível os avós não devem ser responsabilizados pela tarefa de cuidar diariamente os netos e por essa razão creio que será importante que os governantes tomem consciência dos problemas atuais da nossa sociedade que dificultam a vida familiar e que podem pôr entraves ao aumento da mesma. Sem dúvida que este também é um problema a ser resolvido para ajudar a fomentar a natalidade.

Quero também acrescentar que acho importantíssima a participação dos avós na vida dos netos. Só eles sabem deseducar e mimar os netos como ninguém! Eu ainda hoje recordo com enorme saudade o tempo que passava com as minhas avós! Foram magníficos… e o que elas me ensinaram!

*imagem: http://jaime-dulceguerrero.com/los-abuelos-y-sus-adorados-dulces-guerreros/#axzz35yiZtZ2q

Blog | O meu Laboratório de Sonhos