Mães e pais na 1ª pessoa

20 de Abril de 2013

O 2º filho!

familia3_2Tinha-me dado um jeitão que tivesse nascido rapariga. Tinha todo um enxoval de roupas, acessórios e brinquedos altamente pirosos e cintilantes à sua espera. Mas não, quis o destino e a Natureza que ele nascesse rapaz (e ainda bem que assim foi!). No seu primeiro Natal só tinha 1 mês e por isso, só quando fez 1 ano é que recebeu os seus primeiros brinquedos.

Brinquedos à homem! Carros, camiões, volantes com luzes e apitos, motas e coisas assim másculas! Até então, brincou com os brinquedos da irmã. Não me dei ao trabalho de comprar coisas novas só porque era rapaz e só porque era outro bebé. Havia mil brinquedos, rocas e chocalhos da Gigi que serviram muito bem para estimular as primeiras aprendizagens e sensações do meu filho homem. E por isso, os primeiros meses do Vicente foram passados entre ursinhos cor-de-rosa com música, rocas de borboletas, chocalhos de princesas cintilantes e bonecos fofos de fadinhas voadoras. Acho que não cresceu traumatizado por isso! Adora brincar com as esfregonas e vassouras minhas e da irmã, mas também vibra com as motas e os carros e faz Vruuuum pela casa fora!

O mesmo aconteceu com outros objectos do seu quotidiano. Com um monte de babetes que lá tinha, achei um absurdo comprar novos só porque sim! E por isso, volta e meia, é vê-lo a comer a sopa enfeitado de bailarinas e corações. Assim como os pratos e talheres de bebé! Ele ainda não refilou com a tigela de borboletas, as colheres da Hello Kitty ou os copos da Cinderela. E assim, a irmã foi aprendendo a partilhar!

http://princesinhalu.blogspot.pt/
http://www.facebook.com/pages/Fam%C3%ADlia-3-e-12/240686912660497