Mães e Pais na 1ª Pessoa

Rita Mendes 

Barriga Mendinha

NEW BABY AT HOME…

barriga20

1ª semana com um novo Ser em casa…

O leite a subir, o rescaldo do trabalho de parto (dores, pontos, cansaço…), o Amor e namoro com o nosso bebé, tão poucas horas de sono, a atrapalhação na hora de ver que falta qualquer coisa cá em casa (soro, mantinhas ainda por lavar, fronha para a almofada…), a preocupação (quase obsessiva) com a amamentação – horas, quantidade e tempo de leitinho que bebe, dores do peito… tanta coisa depende disso.

Convidados cá em casa, visitas (muitas), arrumação da casa (quando me apetece aproveitar todos os minutos para dormir uma sesta). A corzinha amarela de itrícia que sei que é usual em muitos recém nascidos, mas que como recém-mamã nos preocupa sempre.

A barriga! Ah, no meio de tudo isto, manter os abdominais semi apertados a maior parte do tempo ao longo do dia, e usar a faixa que afinal percebi que para mim (que não engordei assim tanto) me faz sentir mais confortável.

O cheirinho da minha bebé… hummm… e a sesta nos meus braços. Nos braços do pai 😉

O Afonso a chegar de casa da avó, a gostar da mana, mas achar tudo isto um acontecimento que não entende bem, (até cantou os parabéns a ele mesmo, acho que por achar que está sempre em festa e de casa em casa). Quero assentar rapidamente arraiais para que ele se adapte ao dia-a-dia… Aí sim, vamos perceber tudo.

O trabalho que ficou pendente. A falta de tempo para escrever no blog, as propostas de eventos que ficaram em stand by, as respostas aos simpáticos mails de felicitação a que ainda não consegui responder… A música, os projetos que ficarão agora em águas de bacalhau…

Lidar com o teu companheiro, que ora te entende, ora acha tudo tão estranho e novo que te faz sentir sozinha “nisto tudo”. Saber perceber o que é real, o que é carência, o que é cansaço…

Esta 1a semana é confusa. Boa, muito boa. Mas confusa, muito confusa. E não é por ser a 2ª vez que sou mãe que deixa de acontecer. Algumas preocupações são as mesmas. Outras, são novas, tão novas que ainda estou a tentar perceber como vou ” desenrolar os nós” e encontrar as pontas.

Partilho tudo isto para vocês, porque ser Mãe é grandioso. E engloba tudo isto.

Quem “está comigo”? Quem sabe do que falo? E quem não sabe… prepare-se. A vinda de um filho para casa é simplesmente BRUTAL (a todos os níveis 😉 )

O que vale, é que ter um filho/a é ter UM AMOR SEM EXPLICAÇÃO! Tudo se aguenta…

http://barrigamendinha.clix.pt/
http://www.facebook.com/BarrigaMendinha