Espaço Família |

Psicologia Clinica

26 de Agosto de 2015

Música e Crianças: Melodia Perfeita

 

Música e Crianças = Melodia Perfeita

 

“ A música é uma língua e pode ser aprendida como as crianças aprendem qualquer língua:

ouvindo e imitando.” – Shinishi Suzuki

 

A frase anterior facilmente nos remete para a relação próxima que há entre a música e a infância: se pararmos para pensar, a música está presente na vida das crianças desde cedo: seja através da canção de embalar, no tom melodioso que utilizamos quando estamos a brincar com os mais pequenos, naquele brinquedo que emite sons que deixam a criança fascinada…a música está sempre lá desde o início. E o mais maravilhoso é que, tal como diz a primeira frase do texto, a música acontece de forma tão natural como a aquisição da linguagem, envolvendo os mesmos processos de aprendizagem, tais como a imitação.

Então que benefícios terá a música para oferecer ao desenvolvimento cognitivo, afectivo e psicomotor da criança? As vantagens são várias:

– Desenvolve o sentido de ritmo: desenvolve competências físicas e motoras, proporcionando o sentido de equilíbrio e a noção de diferentes ritmos;

– Desenvolve a capacidade de atenção e concentração: estimula a capacidade da criança estar atenta e focada num estímulo específico, uma vez que ao estar atenta à letra está a estimular a sua capacidade de atenção e concentração;

– Desenvolve a memória: ao tentar reter a letra para a poder reproduzir, a criança estimula a memória. Muitas vezes são autênticas caixinhas de surpresas na sua capacidade de memorizar não só várias canções, como também coreografias a elas associadas;

– Promove a capacidade de evocação: à medida que memoriza a letra, a criança tenta evocá-la o que ajuda a trabalhar as competências de articulação das palavras e a fala;

– Estimula a compreensão: cada música tem o seu conteúdo e a sua mensagem, o que ajuda a criança a interpretar o que ouve e assimilar essa informação, adquirindo novos significados;

– Riqueza sensorial: ouvir música proporciona à criança uma exploração sensorial muito rica, promovendo assim o seu desenvolvimento sensoriomotor;

– Promove bem-estar: a música é por excelência uma forma de expressão de sentimentos e estados de espírito e os seus sons e ritmos provocam uma sensação de bem-estar.

Tendo em conta estes benefícios, certamente que estes são música para os seus ouvidos, enquanto pai ou mãe. A música é, sem dúvida, um instrumento importante para um desenvolvimento harmonioso das crianças.

Por todas estas razões já sabe: seja o maestro do desenvolvimento do seu filho e…deixe a música tocar! Simplesmente sintonize-se e dance ao sabor das conquistas que a música vai desempenhando ao longo do crescimento do seu filho.

 

Sandra Azevedo

Psicóloga Clínica

Equipa Mindkiddo

* Artigo exclusivo para Barrigas de Amor®

logo oficina da psicologia horizontal