Espaço Família | Somos um Casal

Nutrição

31 de Julho de 2014

Momentos de Partilha

Pregnancy-Beauty

Esta semana li no site “Crescer” do Sapo,  que ser mãe depois dos 30 pode significar mais anos de vida.

Não fazia ideia da existência de tal artigo mas fui alertada para o mesmo pelas minhas amigas, também elas a viver esta fase boa dos “intas”, e que tal como eu ainda não são mães.

Esta noticia tornou-se viral no Facebook e em poucas horas já tinha tido imensas partilhas.

Parece que este estudo trouxe um novo alento às mulheres que ainda não são mães e que pretendem adiar esta alegria por mais algum tempo. Óbvio que eu própria não fiquei indiferente daí ter decidido partilhá-la convosco.

Já tive oportunidade de falar sobre a maternidade depois dos trinta e dos quarenta convosco. Dos seus prós e dos seus contras.

São escolhas, são vontades. Têm e devem ser respeitadas.

Como sabemos, a medicina está muito evoluída e hoje a pressão sobre a mulher em ter filhos o mais cedo possível também já é menor. E se estes estudos nos enchem de conforto e a muitas nos acalmam as preocupações, pois que então venham mais artigos destes.

Fica o artigo para quem ainda não o leu.

Ser mãe depois dos 30 pode significar mais anos de vida

Estudo americano diz que as mulheres que são mães depois dos 33, podem viver até aos 95 anos.

Os estudos que alertam para os riscos de se ser mãe depois dos 30 são mais que muitos. Mas, agora, foi apresentado um estudo que vem trazer uma vantagem a esta realidade (cada vez mais crescente).

Segundo uma investigação realizada pela Boston University School of Medicine, publicada na revista Menopause (e divulgada no Diário de Notícias), os genes responsáveis pelas mulheres serem mães com facilidade em idades mais avançadas, são os mesmos genes responsáveis pela longevidade; o que faz com que essas mesmas mulheres possam viver até aos 95 anos.

Esta investigação baseou-se na análise do estudo genético “Long Life Family Study”, que envolveu 551 famílias com vários elementos a viver muitos anos, mais concretamente até aos 95 ou até mais anos. Depois de terem determinado a idade com que cada uma das 462 mulheres tiveram os últimos filhos e até que idade viveram, chegaram à conclusão que as mulheres que tiveram o último filho depois dos 33 anos, tinham o dobro das probabilidades de viver até aos 95 anos”. (http://crescer.sapo.pt/o-nosso-bebe/novidades/ser-mae-depois-dos-30-pode-significar-mais-anos-de-vida)

Digam lá se não são boas notícias?

Agora vá contar esta boa nova à sua melhor amiga que ainda não quer ser mamã. Ela vai gostar de saber.

Dra. Iara Rodrigues

Nutricionista