Atualidade

21 de Agosto de 2014

Intervalo ideal entre gravidezes

O tempo ideal entre filhos é, segundo a Organização Mundial de Saúde, entre dois a cinco anos. Uma nova gravidez muito cedo ou mais tarde tem mais riscos para o bebé e para a mãe, justifica a organização.

O risco de um espaçamento entre gravidez superior a cinco anos é maior quando a mulher tem o primeiro filho mais tarde, ou seja, depois dos 35 anos. Uma vez que, desta forma, a gravidez seguinte terá todos os riscos associados a esta idade, como por exemplo maior probabilidade de malformações no bebé. Além disso, também será mais difícil engravidar, pois a fertilidade começa a descer a partir dos 35 anos.

Quando o intervalo entre gravidezes é muito curto os riscos incluem maior probabilidades de parto prematuro, de anomalías congénitas e de atraso no crescimento fetal. Pensa-se que estas complicações podem estar relacionadas com a diminuição de nutrientes e vitaminas decorrentes do esforço do corpo na gravidez anterior. Em caso de o parto anterior ter sido cesariana, existe também o risco de rutura uterina, recomendando-se, por isso, pelos menos, um intervalo de 18 a 24 meses para uma nova gravidez.

No caso de um aborto, as recomendações são para que se espere seis meses antes de voltar a engravidar, embora o médico possa ter outra opinião dependendo do tempo de gestação em que ocorreu a perda gestacional.

Fonte | Pais&Filhos