Espaço Família | Como Cresceram

Atividades

8 de Maio de 2014

Ideias giras para a hora das refeições

O que fazer naqueles dias em que almoçar ou jantar é um suplício porque eles só pensam em fazer palhaçadas ao mesmo tempo que ignoram olimpicamente os pais e os deixam à beira de um ataque de nervos? A Rita, autora do blogue arRanha no Trapo, dá cinco belas e milagrosas sugestões.

Há dias em que almoçar ou jantar nesta casa é um suplício… para nós, pais. Estarmos em família a conversar é uma regra, mas às vezes não é fácil porque os miúdos passam o tempo a fazer palhaçadas para rir às gargalhadas. É giro e exasperante vê-los tão unidos no disparate.

Usamos então jogos para os desconcentrar das palermices e foram essas ideias que decidi dar a outros pais com as mesmas dificuldades que nós:

1: Um pensa num animal e dá duas ou três pistas aos outros para que o tentem adivinhar (ex: a letra inicial, o tamanho, o habitat, a cor). Os outros vão fazendo perguntas às quais só se responde sim ou não. Ganha quem adivinhar qual é o animal.

2: Decide-se o tema, por ex. fruta. O primeiro diz uma (banana), o segundo tem que a repetir e acrescentar outra (banana-maçã), o terceiro repete-as e acrescenta (banana-maçã-cereja), e assim sucessivamente. Perde o que não conseguir repetir a sequência.

3: Alguém está a ver alguma coisa à sua volta nesse momento e o objetivo é um dos outros adivinhar o que é, mais uma vez através de perguntas com resposta sim-não.

4: Um escolhe um número e um animal e os outros vão contando sequencialmente até chegar ao número escolhido. A pessoa a quem calha o número imita o animal. Não há vencedores nem vencidos. Os miúdos gostam bastante de sugerir formas de fazer o animal.

5: Semelhante ao “Stop” em papel, mas sem vencedores nem vencidos. Escolhe-se uma letra e um tema e vai-se dizendo palavras que comecem por essa letra.

Ficam as ideias, com desejos de bom apetite e boas refeições em família.

[Este texto foi escrito pela Rita, co-autora do blogue arRanha no Trapo, e faz parte de uma série de ideias que outras mães e pais vão deixando por aqui uma vez por outra.]

Informação adicional: 

[Sobre a autora]

Sou a Rita, mãe da Alice, de 8 anos, do Vasco, de 5, e da Joana, de quase 4 meses. Juntamente com a minha irmã Ana Cristina, escrevo no blogue arRanha no Trapo, que começou por se destinar a mostrar as nossas manualidades mas que hoje é mais um espaço onde falamos sobre nós, as nossas vidas e opiniões, os nossos desabafos.

quarto-das-brincadeiras-logotipo