Mães e Pais na 1ª Pessoa

Sofia Ribeiro Fernandes  

Crónicas de Estetoscópio e Biberão

Hoje é o Dia!

Pernas esbeltas, pele de pêssego, irrequietas. Ventre liso a desenhar a anatomia. A rondar os 50 Kgs de miúda. Sim, isso era uma fase pré-Mãe. A fase Mãe desdobra-se num panfleto interessante de levar a balança às lágrimas. A primeira fase: a gravidez. Gula controlada pelo feto faminto.

Estúpida irresponsabilidade de grávida-pediatra, a comer e a caminhar de seguida para controlar. Gravidez do R 23 Kg e gravidez da S 16 Kg. A segunda fase: a fase pós-parto. Desculpável até aos 6 meses um excesso de peso com o argumento de falta de tempo. Pingam as inadequadas perguntas do tipo «Está grávida outra vez?». Pois é aqui que eu falho redondamente.

Esta fase para mim dura bem mais do que seis meses, mea culpa. Embrulho-me no conforto fácil do «fui mãe há pouco tempo» e deixo ir passando cada mês sem me dar conta até que findo o 1º ano, a desculpa deixa de funcionar (na minha cabeça, porque na cabeça dos outros já deixou há muito tempo). Depois dos 6 meses, que para mim são um ano, estabelecem-se objectivos, metas e resoluções. Hoje é o dia!

Amo comer (é um facto). Amo uma pizza recheada de tudo, uma bela francesinha alaranjada, uma fatia de bolo caseiro, um crepe amarrotado em gelado e chocolate quente. Amo calorias açucaradas e baseio-me na teoria do «eu mereço» porque já estou a trabalhar há muitas horas seguidas. Mas, detesto que me perguntem se estou grávida outra vez… Não, não estou! Quando estiver, farei um post sobre o assunto!

Risos muitos para começar a emagrecer…

Blog | Crónicas de Estetoscópio e Biberão