Espaço Família | Como Cresceram

Saúde

17 de Abril de 2015

Hérnia epigástrica sem cicatriz

Publicado! A revista da Associação Americana de Hérnias já colocou online o nosso artigo ‘Scarless laparoscopic repair of epigastric hernia in children, meaning«Reparação laparoscópica da hérnia epigástrica da crianças sem cicatriz». Cirurgia laparoscópica ‘made in Portugal’.

Em Janeiro de 2014, neste mesmo blogue publiquei a fotografia da esquerda: uma cicatriz de uma hérnia epigástrica operada por mim meses antes. Nos comentários, uma leitora escreveu: «Fui operada a uma hérnia da linha branca aos 2 anos, a cicatriz já tem 30 anos e ainda hoje me incomoda, quem me dera que tivesse sido só esse um cm…». Eu sorri, porque, apesar do elogio, eu não estava contente com uma cicatriz tão visível. O cirurgião pediátrico vive muito com esta preocupação. As cicatrizes que deixamos numa criança são para a vida toda. Daí, termos uma preocupação muito grande em deixá-las o mais pequenas possível, em sítios escondidos, e com técnicas de sutura intradérmica para ficarem lineares e pouco perceptíveis.

hernia

Na investigação que temos feito, o desafio é fazer desaparecer por completo as cicatrizes. A imagem à direita é de uma rapariga submetida a reparação cirúrgica da hérnia epigástrica pela nossa técnica. Um mês depois, não tem cicatriz visível.

Perdoem-me este meu momento de vaidade, mas acho que é o feito mais importante da minha vida enquanto cirurgião-investigador. Para além dum reconhecimento científico importante, publicar numa revista como a Hernia é uma forma rápida de divulgação da técnica pelos cirurgiões pediátricos de todo o mundo. Se tudo correr bem, em breve deixaremos de ver a cicatriz da esquerda.

Blog | E os filhos dos outros