Espaço Família | Estamos Grávidos

Nutrição

5 de Janeiro de 2016

Gravidez: quais são os alimentos proibidos?

Se está grávida, é importante que tenha um cuidado redobrado com a alimentação. Mas, além disso, é essencial que conheça a lista de alimentos a evitar. Saiba quais são.

 

Quando uma mulher sabe que está grávida, uma das suas primeiras preocupações é a alimentação: o que pode comer e o que tem mesmo de evitar são listas quase automáticas na sua cabeça. Deve ainda ter uma atenção especial caso não seja imune à toxoplasmose.

Foto Alimentos Proibidos 1

  1. Carne crua

Durante a gravidez, não se esqueça que é importante cozinhar muito bem qualquer tipo de carne (até frango), de preferência a altas temperaturas. Este processo garante que as fontes de propagação de bactérias como a Listeria – que pode provocar doença com quadro parecido com gripe, pielonefrite ou meningite – sejam eliminadas. No caso de salsichas, por exemplo, é importante fervê-las. Se não tiver a certeza deste processo, é preferível não as consumir.

 

  1. Peixe com elevado teor de mercúrio

O consumo de peixe é aconselhável durante a gravidez, mas preferencialmente os de pequeno porte como, por exemplo, o salmão, a sardinha ou o linguado. Os peixes de maior profundidade (cavala, peixe-espada e conservas de atum) devem ser consumidos em moderação, uma vez que têm níveis elevados de mercúrio que podem prejudicar o desenvolvimento do feto.

 

  1. Queijos não pasteurizados e leite cru

Os queijos não curados e não pasteurizados são perigosos para a saúde da grávida e do bebé, uma vez que podem conter bactérias como a Listeria, já referida anteriormente. É preciso ter atenção aos rótulos de cada queijo e evitar os leites tirados diretamente das vacas, ovelhas e cabras e que não passam pelo processo de pasteurização.

 

  1. Maionese e molhos caseiros

Tanto na maionese como nos molhos caseiros é habitual utilizarem-se ovos crus ou mal cozidos. Deve por isso evitá-los, prevenindo o risco de intoxicação alimentar por exposição à salmonela. Opte por maionese e molhos que já passaram pelo processo de pasteurização.

 

  1. Adoçantes

É importante ter cuidado com os adoçantes, uma vez que há variedades que não são indicadas para grávidas. É importante tentar reduzir ao máximo a utilização de adoçantes artificiais. Se tiver de optar entre açúcar e mel, é preferível recorrer ao segundo. Importa, no entanto, recordar que o uso excessivo de açúcar na gravidez é prejudicial para a mãe e para o bebé.

 

  1. Marisco e sushi

Apesar de não serem alimentos proibidos, é preciso muito cuidado tanto com a confeção de marisco e de sushi. Como são alimentos servidos crus, é muito importante que passem por um processo de congelação anterior à sua confeção que evite a propagação de bactérias prejudiciais à saúde da grávida e do bebé.

 

  1. Cafés e chás

A cafeína acelera o metabolismo e, por isso, deve ser evitada. Recomenda-se, no máximo, dois cafés por dia. Como alternativa, pode optar pelo descafeínado. O chá, em especial o preto, tem elevador valor de teína, pelo que também deve ser evitado. Opte por chás mais calmantes, como o de camomila ou cidreira.

 

Se a grávida não for imune à toxoplasmose…

É importante ter alguns cuidados extra com a alimentação:

  • Lavar as mãos sempre que preparar carne crua ou mal cozinhada;
  • Lavar as saladas e todos os alimentos que estejam em contacto com a terra, com água ou produtos específicos;
  • Evitar beber água canalizada;
  • Se tiver contacto com gatos, não mudar a areia nem estar em contacto com as fezes do animal, uma vez que podem transmitir o vírus. Pode sempre fazer o teste ao seu gato para ver se é portador.

 

Atenção!

Assim que souber que está grávida, passe a ter mais atenção à validade dos produtos que consome, à frequência com que lava as mãos – especialmente antes de preparar ou comer refeições – e à limpeza do seu frigorífico.

Fontes:

http://www.manualmerck.net/?id=210&cn=1741

http://www.bbc.com/news/health-19474612

https://www.saudecuf.pt/mais-saude/doencas-a-z/toxoplasmose

http://www.nhs.uk/chq/Pages/917.aspx?CategoryID=54#close

http://media.rtp.pt/blogs/agoranos/artigos/alimentacao-na-gravidez_3099