Mães e Pais na 1ª Pessoa

Joana Gama e Joana Paixão Brás  

A Mãe é que Sabe

Furar as orelhas aos bebés: Sim ou Não?

Uma petição no Reino Unido quer impedir os pais de furarem as orelhas de bebés e crianças pequenas, uma “forma de crueldade e abuso infantil”, segundo o documento.

Dor severa e medo são infligidos às crianças desnecessariamente para satisfazer a uma vaidade dos pais. Outras formas de danos físicos às crianças são ilegais – então não deveria ser diferente”.

Muitos dos pais que optam por furar as orelhas das filhas, em bebé, fazem-no por acharem que dói menos, uma vez que o lóbulo da orelha é mais fino. Outros por considerarem que, mesmo que doa, se vão esquecer mais facilmente da dor.

Até ter sido mãe, nunca tinha pensado muito nisto. Sou daquelas que até achava graça e não me chocava minimamente. Agora ainda não choca, não fico exaltada, mas quero dar essa escolha à Isabel. Ela até pode não querer nunca usar brincos. Já faço tantas escolhas por ela, sem saber se têm a ver com a futura personalidade, que acho que não tenho de fazer mais uma. Ela pode não se identificar. Não lhe quero impingir mais nada.

Além de não me imaginar a fazer-lhe furos (feridas por cicatrizar), que lhe possam causar dor (eu acredito que dói, durante e depois, por experiência própria), por razão nenhuma que eu considere forte o suficiente. É capricho, é vaidade.

Vi estes vídeos (e mais alguns…) que só reforçaram mais a minha postura neste assunto:

Seja por dor, por susto com o barulho, pelo aparato, as crianças choram. Não gostei de ouvir os risos dos adultos, confesso. Nem o “vai ficar linda!”. Nem o “tadinha”, num tom de pena, misturado com risinhos, nervosos, presumo. No fundo, sabemos que não está ali nada de bom, mas são “males que vêm por bem”, para evitar dores maiores no futuro.

Claro que há outros assuntos que nos deveriam inspirar maior preocupação e não sei sequer se faz sentido esta petição. Mas pensar sobre as coisas nunca fez mal a ninguém, não é verdade?

Qual a vossa sensibilidade sobre este assunto? Faz-vos confusão, acham normal, ou nim? O que dizem os pediatras sobre isto?

Blog | A Mãe é que Sabe

© Mil Dicas de Mãe

joana_br_s_e_isabel_com_nome  joana pombares e irene_com nome