Mães e Pais na 1ª Pessoa

Inês Simões 

Eu, Mãe

FÉRIAS!

A primeira parte já passou há dias, a segunda chega daqui a dias, eu cá, já estou com saudades de ambas!

Estar de férias é mesmo o melhor do mundo. Destilar com o calor e gostar, arrepiar com o frio da água e gostar, perder as rotinas e os horários e gostar. As férias são carta branca para revolucionar os nossos dias apenas por uns dias e saber-nos a refresco.

Esta primeira parte que já passou para mim é a mais importante. Passar uns dias apenas nós e os miúdos é absolutamente fundamental para nos mimarmos mais, nos conhecermos melhor, passarmos muuuuito tempo juntos, todo o tempo juntos, apenas nós. Rir com tudo (quase…), desacelerar o passo habitual, não apressar tanto as coisas, relaxar a rédea curta.

Apaixonamo-nos mais uns pelos outros. Tenho a certeza que com o passar dos anos estes vão ser os dias para nos reencontrarmos a fundo, para sair do modo aulas, testes, rotinas e isso vai ser fundamental. Um fim-de-semana bastaria, dois dias, um fim-de-semana prolongado, whatever, o importante é verdadeiramente a nossa pequena família nuclear estar a sós, apenas consigo. É a melhor oportunidade para criar intimidade. Todos a tomar banho ao mesmo tempo, todos a começar o dia na mesma cama, todos a atacar a fruta ao mesmo tempo, todos juntos na praia, sempre todos, para parecermos muitos!

As férias com a família alargada também são super importantes, estreitar laços familiares em modo bootcamp, divertirmo-nos muito e conviver com os irmãos, primos, avós. Tem a enorme vantagem de podermos concentrar ou distribuir os miúdos uns pelos outros e assim fazermos coisas diferentes, estarmos mais livres para outra coisa que não apenas as mesmas pessoas. São realidades distintas e cadamodalidade tem as suas coisas boas, mas intimidade, toléria total como a da família nuclear, só mesmo entre este meu bando dos quatro. Ainda assim, entre as férias com o marido e filhos e a as férias com a família alargada, o que interessa é aproveitar muito e aproveitar ao máximo, é que não há nada melhor! Eu adoro as férias… Bónus insofismável: o bronze, finalmente um bronzeado a sério e sentir-me óptima na minha pele, adoro ver-me bronzeada, com as túnicas de verão, com o chinelo no pé, sal nos cabelos…

Como dizia o Pedro tão sabiamente, “Pai, porque é que temos de sair das férias?” Sim, as férias são um sítio fantástico, quem me dera não sair de lá!

Blog | Eu, Mãe (As Maravilhas da Maternidade)