Atualidade

24 de Setembro de 2014

Fechado acordo para subir o salário mínimo

Está selado o acordo: o salário mínimo vai aumentar para 505 euros e os descontos das empresas para a Segurança Social vão descer 0,75 pontos percentuais.

O acordo será formalizado hoje em concertação social, numa reunião agendada para as 18h30 que contará com a presença do Primeiro-Ministro, apurou o Económico.

Em troca do aumento do salário mínimo para 505 euros, os descontos das empresas para a Segurança Social vão descer em 0,75 pontos percentuais.

No entanto, esta redução apenas deverá abranger os trabalhadores que recebem a remuneração mínima (485 euros) e que obrigatoriamente serão aumentados para 505 euros quando o novo montante estiver em vigor, apurou o Diário Económico.

A subida para 505 euros, com efeitos a Outubro, era reivindicada pela UGT, mas os patrões inicialmente só estavam dispostos a ir até 500 euros. Já a CGTP queria aumentos mais significativos.

Fonte | Económico