Atualidade

12 de Janeiro de 2015

“Fato de astronauta” devolve mobilidade a menino

Georgie, um menino britânico com três anos de idade, nasceu com problemas de desenvolvimento que afetam a sua mobilidade. Os médicos não deram esperança à família mas os pais conseguiram encontrar, na internet, um tratamento alternativo que reforça os músculos através de um fato usado pelos astronautas nos anos 1970.

Quando Georgie tinha um ano, os seus pais perceberam que a criança não estava a cumprir as metas habituais de desenvolvimento. Depois de vários exames, um neurocirurgião confirmou finalmente o diagnóstico: Georgie sofre de Transtorno global do desenvolvimento (TGD), um problema que afeta várias funções básicas.

Um dos sintomas mais evidentes em Georgie é a dificuldade de locomoção, já que os seus pés são completamente chatos e os músculos pouco desenvolvidos.

“Um milagre”

Perante os prognósticos pessimistas dos médicos britânicos, os pais de Georgie já tinham quase perdido a esperança de melhorar a saúde do seu filho. Entretanto, o casal encontrou na Internet informação sobre o método TheraSuit que recorre a um fato com elásticos criado nos anos 70, na Rússia, para reforçar os músculos dos astronautas, quando regressavam do espaço – onde a falta de gravidade enfraquecia a musculatura.

Mais tarde, o equipamento foi melhorado por dois terapeutas norte-americanos, Izabela e Richard Koscielny, cuja filha sofria de paralisia cerebral e precisava de reforçar os músculos. Através dos elásticos, o fato obriga o corpo a realizar os movimentos de forma correta, impondo também uma postura mais saudável.

Atualmente com três anos, Georgie mal consegue andar mas, logo na primeira semana de terapia com o TheraSuit, o menino conseguiu caminhar sozinho. “No Natal, com o fato, Georgie conseguiu dar 11 passos sozinho. Foi o melhor presente que recebemos, um milagre”, diz a mãe do menino em entrevista ao Daily Mail.

Método é aplicado em Portugal

Apesar do sucesso da terapia, a reabilitação com este fato tem custos elevados – mais de 6 mil euros por mês – pelo que os pais da criança estão a angariar donativos para ajudar a pagar as despesas. A página da campanha já conseguiu recolher mais de 9 mil euros, cerca de 40 por cento do objetivo total.

Segundo a página oficial do método TheraSuit, em Portugal também há terapeutas que aplicam esta técnica. A terapeuta Ema Fonte, do centro de reabilitação e estimulação neurológica, tem formação para aplicar este método que consiste num tratamento de quatro semanas e inclui acompanhamento nutricional.

Fonte | Boas Notícias