Espaço Família | Como Cresceram

Atividades

19 de Janeiro de 2015

Falando na língua dos pês

quarto_das_brincadeiras_lingua_dos_pes_845d5d27f9b01564354ed628e1cebdb2

Ao início, quando começa a conversa, parece mesmo que a outra pessoa enlouqueceu. “O quê? Não percebo nada do que estás para aí a dizer”, atiramos, já um pouco fartos daquela algaraviada da qual não se percebe patavina: “pê” para aqui, “pápi” para ali, mas afinal o que se passa? Até que nos explicam que é a língua dos pês. A verdade é que não há melhor idioma do que este para brincar com as crianças, quando a todos apetece um jogo inesperado mas que não obrigue a grandes correrias ou materiais diferentes. Podemos  até inventar que se trata de uma língua misteriosa com muitas centenas de anos, se estivermos cheios de imaginação. Acima de tudo, basta apenas ter uma boca e vontade quanto baste para aprender o truque, que afinal é até muito simples desde que se esteja atento. Assim, é preciso colar a cada sílaba as mesmas vogais, mas começadas por um “p”: “Olá! O meu nome é João!” transforma-se, como que por magia, em “Opó-lápá! O-pu meu-peu no-pô-me-pe é-pé Jo-pu-ão-pão!”.Ou então, “Vai já para a cama!” passa a ser “Vai-pai já-pá pa-pa-ra-pa a-pa ca-pa-ma-pa!”. Além de ajudar a treinar as sílabas e os fonemas (e que jeito isso vai dar nas aulas de Português), a língua dos pês vale umas boas risadas a ver quem a fala mais depressa. Nãopão conponcorpordanpam?

Idades:  6-8 anos, 9-12 anos, Mais de 12 anos
quarto-das-brincadeiras-logotipo

Uma ideia por dia para se divertir com as suas crianças.