The Blog

Agenda

20.06.2015 | Dia do Sol

Edifício Sede da Fundação Calouste Gulbenkian
20 de Junho de 2015

Para Quem: 3-6 anos | 6-12 anos | Toda a família | mais de 12 anos

Onde: Edifício Sede da Fundação Calouste Gulbenkian

Quando: 20 de Junho de 2015 | A partir das 10:30

Dia 20 de Junho é o Dia do Sol e a Gulbenkian celebra-o da melhor maneira. Junte a família e participe nas inumeras atividades para diferentes idades.

Hoje é o dia do relógio de sol. Mas no Jardim contamos o tempo ao contrário!

Hoje é o dia em que o dia não acaba. É o dia de saborear maçãs assadas no jardim; de contemplar o céu, as copas das árvores, os reflexos, a luz, as cores.

É dia de sentir o sol na pele, deitados na relva. É o dia em que as paisagens estão viradas do avesso. E é dia de contar, não minutos, mas histórias. Muitas!

BIBLIOTECA ITINERANTE ONDE NASCE UM LIVRO GIGANTE

Atividade livre

Todas as idades

10h30; 11h30; 12h30; 14h30; 15h30; 16h30.

Conceção e orientação: Margarida Rodrigues, Sofia Martinho

Quem se lembra das belíssimas carrinhas das bibliotecas itinerantes que durante anos levaram a magia dos livros a todos os curiosos?

Uma destas relíquias vai surgir no Jardim e traz lá dentro muitas histórias – hoje sobre biodiversidade, claro – para todos poderem consultar.

Traz também um livro especial! Um livro cheio de espécies, e tu és um dos seus muitos autores!

Desafiamos-te a criar uma página desta história, e, todos juntos, folha a folha, com desenhos e palavras, daremos vida a um livro coletivo!

As crianças até aos 10 anos deverão ser acompanhadas de um adulto.

SEMICERRAR OS OLHOS AO SOL

Oficina de diário gráfico |€7,5

+ 16 anos

10h30; 14h30

Conceção e orientação: Mário Linhares

Sabemos que podemos cegar se o olharmos fixamente, mas também que ele pode ser mais forte ou fraco: tépido em março, ou muito quente, como em julho (Bruno Munari). Hoje, quando o sol chegou ao jardim, não estava à espera de tantos espelhos; há novos reflexos que duram breves instantes… zonas do jardim que parecem diferentes.

Haverá meio que nos ajude a captar estas miragens?

Materiais necessários: diário gráfico (caderno de folhas lisas); caneta preta, lápis de grafite (HB, 2B ou 3B) e material para colorir (aguarelas, lápis de cor, etc.)

OS ESPACIALISTAS NO ESPA(SS)O DO JARDIM

Oficina criativa de miragens|€7,5

+ 16 anos

10h30; 14h30

Conceção e orientação: Os Espacialistas

Hoje é o dia do relógio de sol. Mas no Jardim contamos o tempo ao contrário, e o espa(ss)o também.  A matéria é energia, o tempo é luz e sombra, e o jardim é um laboratório em movimento disto tudo! Com uma tábua de madeira espelhada de um dos lados, que é simultaneamente lápis, borracha, régua, matéria de construção, máscara, foco luminoso e relógio, vamos medi(a)r as intensidades imaginárias e paisagísticas dos Jardins Gulbenkian e capturar a passagem do tempo.

Manipulando a luz e os reflexos, vamos desafiar o espa(ss)o, as perspetivas, as cores, as formas, e virar do avesso as paisagens invisíveis que nos jardins e no corpo de cada um formos capazes de descobrir, inventar e esquissar fotograficamente.

Cada participante deverá trazer um dispositivo fotográfico: telemóvel, tablet ou máquina fotográfica.

CONTOS NOS JARDINS E JARDINS NOS CONTOS

Contos no jardim | €2

Todas as idades

11h; 14h30; 16h

Conceção e orientação: Ouvir e Contar

Sob temáticas ligadas à biodiversidade – em maio, o sol, no solstício de verão, e as aves, no equinócio de outono –, os nossos jardins voltam a ser lugar para ouvir e contar histórias.

E, mais uma vez, os seus recantos, os seus pequenos e discretos habitantes, as suas árvores, as suas flores e a sua água, que ora corre murmurante, ora espelha as estrelas e as nuvens, são os grandes protagonistas.

Há muito que as histórias são um meio de compreender a natureza. Há muito que nos ensinam a apreciar os dias longos de verão ou a nudez das árvores no inverno, a não temer os eclipses e os trovões, ou a entender o sentido secreto do canto das aves.

As suas verdades não se encontram nos “porquês” e nos “comos”, mas nessa capacidade de sonhar que constrói afetos e que finalmente permite conviver sem dominar, compreender ao respeitar, proteger sem esperar recompensas.

As crianças até aos 10 anos deverão ser acompanhadas de um adulto.

FORNO SOLAR PARA GULOSOS

Oficina famílias |€7,5

6 aos 10 anos

11h; 15h

Conceção e orientação: Leonor Pêgo, Vanda Vilela

O Sol é o astro-rei, e a Terra, este planeta onde vivemos, está bem perto dele. Sentes o calor dos seus raios na pele? Que bom que é! E sabes que o Sol é um fantástico cozinheiro? Sim, apenas com o seu calor é possível fazer grandes cozinhados!

Ver para crer, numa oficina para pequenos chefes e grandes construtores. Oficina de construção de fornos solares. Abordagem dos temas associados ao efeito estufa, às energias alternativas, à reutilização e reciclagem – tudo de uma forma muito deliciosa!

Tendo em conta que esta atividade é para famílias, o bilhete de 7,5€ destina-se a um adulto e criança. Por cada familiar adicional (adulto ou criança) será cobrado o valor de 4€. 

Observações

Todas as atividades têm como ponto de encontro o Edifício Sede da Fundação Calouste Gulbenkian.

Todos os bilhetes deverão ser previamente adquiridos nas receções da FCG ou através da internet, até ao início da atividade.

Mais informações em www.descobrir.gulbenkian.pt ou através do telefone 217 823 800.

Uma Sugestão:

Logo Pumpkin - vectorial

Outros Eventos

A nossa história começa na família.