Espaço Família | Estamos Grávidos

Cuidados a ter no Pré-Parto

21 de Abril de 2013

Estamos grávidos, e agora? I (mitos, medos)

casal gravidoÉ verdade!!!! Hoje fizemos o teste de gravidez e confirma-se! Estamos grávidos!!!! Vamos ter um bebé! Foi uma emoção, quando vimos os 2 tracinhos do teste de gravidez!
Mas, e agora???? Será que estamos a fazer tudo bem??? Que cuidados temos que ter?

Só de pensar na responsabilidade, damos por nós a pensar, será que vamos estar à altura? Será que vamos conseguir ser bons pais?
É quase automático: a minha mãe e a minha avó, quando souberem da gravidez não vão hesitar em dar-me uma série de conselhos e sugestões do que fazer e do que evitar. Quando pesquiso na internet, estes conselhos também aparecem partilhados entre mulheres, especialmente em blogs, mas será que toda esta informação partilhada entre mulheres há tantas gerações são mesmo verdades?Então, vamos às conclusões a que cheguei…

A grávida deve comer por dois!- MITO

  •  Uma gravidez saudável deve ter um aumento de peso de até 12 Kg durante toda a gravidez;
  • As grávidas que aumentam muito o seu peso não têm necessariamente bebés muito grandes.
  • Os bebés grandes estão associados a patologias como a diabetes gestacional;
  • Deve ser evitada a ingestão de bebidas alcoólicas; o álcool atravessa a barreira placentária pelo que vai influenciar negativamente o desenvolvimento cognitivo do bebé;
  • o fraccionamento das refeições reduz  o risco de aumento da carga glicémica e permite controlar melhor a diabetes gestacional.
  • A azia indica que o bebé tem muito cabelo- MITO
  • A azia é o resultado da compressão do estômago e esófago pelo útero grávido e pelas alterações hormonais, causando o refluxo do ácido gástrico.
  • A ingestão de alimentos como as bolachas de água e sal, tostas e amêndoas com casca podem ajudar no desconforto da azia;
  • Uma grávida não pode tomar antibióticos- MITO
  • Existem poucos antibióticos que não podem ser tomados enquanto uma mulher está grávida. O médico deve ser informado da gravidez, aquando da prescrição.
  • Uma grávida deve satisfazer os desejos, senão, o bebé irá nascer com algum sinal- MITO
  • Não há qualquer evidência científica entre os desejos alimentares maternos e o desenvolvimento físico e cognitivo fetais. Em caso de desejo alimentar, o bebé não vai nascer com malformações;
  • O formato da barriga indica o sexo do bebé: barriga esticada é menino e barriga arredondada é menina- MITO
  • Não existem evidências científicas entre o formato da barriga da mãe e o sexo do feto.
  • O formato da barriga depende do tamanho e da posição do bebé, e não do sexo dele.
  • A mudança da lua influencia o parto.
  • Não existem estudos com evidência científica sobre este mito. No entanto, sabe-se que durante a lua cheia e a lua nova, há e uma força maior da gravidade para o centro da Terra, o que aumenta a pressão pélvica e, consequentemente, as contrações.
  • A actividade sexual durante a gravidez pode prejudicar o bebé- MITO
  • A actividade sexual durante a gravidez só está proibida se houver alguma razão médica que assim o indique. Se a gravidez não tiver qualquer complicação, a actividade sexual não causa qualquer problema ao bebé ou à futura mãe, Na realidade, o bebé encontra-se protegido pela placenta e membranas fetais; por outro lado, a actividade sexual aumenta o fluxo sanguíneo na zona da bacia, aumentando a oxigenação fetal, e as endorfinas produzidas no orgasmo trazem a sensação de bem-estar quer à mãe, quer ao bebé.
  • A actividade física durante a gravidez é prejudicial para a grávida- MITO
  • A actividade física é benéfica para preparar a mãe para o parto, bem como para ajudar o bebé a estar bem posicionado na bacia da mãe. Os exercícios devem ser supervisionados por um profissional especializado na área do exercício físico na gravidez.
  • As grávidas não podem fazer tratamentos dentários- MITO
  • A saúde bucal merece atenção especial durante a gravidez, já que há maior incidência de cáries e inflamações nas gengivas, entre outras complicações.  A higiene oral, é assim, de extrema importância para prevenção de complicações.
  • As grávidas não podem estar em contacto com gatos- MITO.
  • Os gatos podem transmitir a toxoplasmose, que é uma doença grave quando ocorre na gravidez. No entanto, para que isto aconteça, é necessário que o gato esteja contaminado e a grávida não seja imune à toxoplasmose.  Há mais probabilidades do contacto com o toxoplasma goondi através da:

– Ingestão de carne contaminada mal cozida ou crua;
– Ingestão de alimentos contaminados por faca ou utensílios que tiveram contato com carne crua contaminada;
– ingestão de água contaminada pelo parasita toxoplasma goondi;
– Ingestão de frutas ou verduras que tiveram contato com terra contaminada e não foram devidamente higienizadas.

  • Os gatos domésticos. que não saiem de casa e não têm o hábito de caçar, não estarão infectado com a toxoplasmose..
  • Uma grávida não pode pintar o cabelo- MITO
  • O ideal é optar por tintas ou produtos sem presença de chumbo ou amónia  na sua composição. Outros tratamentos, como alisamentos e alisamentos sem formol também podem ser realizados. No entanto, estes cuidados de beleza devem ser iniciados só  após o 1º trimestre.
  • As grávidas têm mais calor- Verdade!
  • Uma mulher grávida tem um aumento da temperatura basal (temperatura do corpo medida imediatamente após a pessoa acordar, antes de qualquer atividade física), de 0,5 a 1,0ºC, o que faz com que tenha mais calor do que o habitual. O aumento da temperatura está relacionado com a ação da progesterona, e do aumento do metabolismo associado à gravidez.

cpp