Espaço Família | Somos um Casal

Saude

24 de Abril de 2015

É ou não seguro usar protetor solar do ano passado?

sol

O calor até pode ainda não ter chegado em força, mas já vemos protetores solares e semelhantes por todo o lado. Desde anúncios a prateleiras de supermercado ou farmácia.

Mas quantos de nós não acabaram a época balnear com um protetor solar ou bronzeador ainda a meio? O Daily Mail perguntou a especialistas desta indústria se é seguro ou não usar estes produtos depois de a validade expirar.

Protetor solar: Um estudo recente revela que mais de metade das pessoas em férias correm risco de exposição aos raios UV porque usam protetores solares fora de validade. Os especialistas recomendam que use protetor solar todos os dias, durante todo o ano, como forma de evitar o envelhecimento precoce da pele e para se proteger dos raios UVA e UVB.

Usar um protetor solar fora de validade pode pô-lo em risco porque os filtros de UV, presentes no produto, podem não se espalhar de forma uniforme por toda a pele, mesmo que os componentes continuem estáveis. Loções e cremes fora de validade também lhe podem causar uma irritação na pele.

O especialista em ingredientes, Tammy Hollis, alerta: “Reparem como tratamos os nossos protetores solares – carregamo-los da areia da praia para uma esplanada ao sol e para hotéis com ar condicionado. Isto dá muitas oportunidades para as bactérias se multiplicarem”. Portanto, os especialistas recomendam que não use estes produtos depois da data de validade, que aparece representada na embalagem do produto com um frasco aberto e o número de meses de validade depois de aberto, normalmente é de 12 meses.

After-sun: Apesar de estes produtos parecem inofensivos, tendemos a esquecer que são para aplicar na pele queimada e vulnerável. Por esta razão é muito importante que respeite as validades. “Quanto mais antigo é o after-sun, maior é o risco de conter bactérias que podem causar irritação da pele ou até desenvolver uma infeção.”

Repelente de insetos: Se tem um repelente químico em casa, saiba que é seguro usá-lo por cerca de dois anos. No caso de ter ingredientes naturais como citronela ou bergamota, pode durar apenas um ano. Mesmo assim, os especialistas recomendam que tenha atenção à data de validade quando viajar para longe.

Bronzeador: Estes produtos normalmente duram 12 meses após a abertura. O ingrediente ativo, DHA, é, na maior parte dos casos, à base de água e tem poucos conservantes, como explicam os especialistas. Quando passa da validade, o produto costuma oxidar e ficar com um tom verde. O cheiro pode também tornar-se um pouco metálico ou mais forte. Tenha atenção, se lhe parecer tudo normal com a cor, a consistência e o cheiro, pode continuar a usá-lo.

Creme/gel para picadas: Apesar de ser usado poucas vezes, atenção porque este produto é um medicamento, confirme a validade. Se o armazenar corretamente pode durar cerca de dois anos. Deve guardá-lo num sítio escuro e fresco para evitar que desenvolva bactérias ou que deixe de funcionar. Substitua-o se a consistência ou o cheiro se alterarem.

Spray protetor solar para cabelo: Se tem o cabelo pintado é importante que use este produto. A maioria destes produtos tem a validade de 12 meses, mas se o proteger do sol na praia e o guardar num local escuro e fresco pode usá-lo até acabar.

Fonte: Notícias ao Minuto