Mães e pais na 1ª pessoa

10 de Setembro de 2015

Dia Nacional da Natalidade. E se não fosse por ela…este blog não existia!

Hoje é um dia importante. Principalmente para quem como nós aqui neste cantinho, celebramos a vida, a maternidade, o amor especial que se tem a estes pequenos (que um dia se tornarão grandes mas especiais) seres a quem demos à luz.

Para umas (e uns, que os pais também devem, sem dúvida ser envolvidos), é importante porque sabemos que ser Mãe é um projeto de vida quase maior que nós mesmas.

 

Para outras/os porque os problemas de fertilidade têm adiado os seus sonhos e tornado os seus dias de sofrimento e cheios de ansiedade (quem dera que ninguém tivesse que passar po isso).

 

Para outros ainda, porque se olharmos para a Natalidade como um número e algo menos pessoal do falei na a alíneas anteriores… é o barómetro de como irá evoluir a nossa sociedade.

 

Hoje celebra-se o Dia da Natalidade. Um dia criado pela Assembleia da Republica após petição do Barrigas de Amor em 2009. E como embaixadora e amiga deste projeto, não poderia deixar passar em branco.

 

Desde 2011 que este dia é assinalado e está publicado no Diário da Republica e o que se pretendemos com este dia  é efetuvamente que as mães, os casais grávidos e as famílias em geral sejam reconhecidos como fundamentais para o equilíbrio demográfico de Portugal, um dos países mais envelhecidos da Europa.

 

A simbologia da data contribui, seguramente , para que não nos esqueçamos do défice de natalidade e possamos renovar a discussão e analise dos múltiplos factores que o determinam e as suas consequências na sociedade.

 

Feliz Dia da Natalidade e …. parabéns a nós que fazemos parte dele 😉

Rita Mendes

Blog Barriga Medinha
15997136_kNgLb