Atualidade

20 de Março de 2014

Dia do Pai: 82% dos portugueses valoriza a família

Um estudo recente revela que 82% dos portugueses considera importante amar e respeitar os pais. De acordo com dados do Portal da Opinião Pública (POP), os portugueses dão também importância à família e estão mais tolerantes em relação à estrutura familiar. Boas notícias para este 22 de Março, data em que se assinala o Dia do Pai.O dever de amar e respeitar os pais congrega atualmente a concordância de 82% dos portugueses (valores próximos aos de Itália, Grécia e da Polónia). Em contraste, apenas 26% dos suecos e 39% dos dinamarqueses dão o mesmo valor à estrutura familiar.

Além disso, segundo um gráfico com dados recolhidos pelo POP, a família é muito importante para os portugueses, valendo 3,8 pontos numa escala de 0 a 4.

Portugueses mais tolerantes com estrutura familiar

Ainda de acordo com dados do POP, estamos também mais tolerantes no que respeita à constituição tradicional da família. Os dados revelam que, no que respeita à felicidade da criança, apenas 59% da população pensa que esta só pode ser feliz num lar constituído por pai e mãe.

De salientar a diferença de valores em relação a 1990 altura em que 93% da população acreditava que uma criança só poderia ser feliz se contasse com a presença dos dois progenitores em casa.

Países como o Reino Unido, Dinamarca ou Suécia estão também próximos deste resultado, enquanto a Grécia e a Itália aparecem como países mais conservadores.

Clique AQUI para ler o estudo do POP que analisa “20 anos de opinião pública em Portugal e na Europa”.

Fonte: Boas Notícias