Atualidade

1 de Abril de 2014

Desiste dos tratamentos contra cancro para ser mãe

A norte-americana Elizabeth Joice tomou a decisão mais difícil da sua vida quando optou por desistir dos tratamentos contra o cancro para continuar a gravidez. A escolha custou-lhe a vida. Em setembro de 2010, foi diagnosticado um cancro do pulmão a Elizabeth. Quando descobriu a doença, a americana namorava, há dois anos, com Max e na altura pensou desistir dos tratamentos para aproveitar os últimos dias de vida a viajar, numa volta ao mundo com o companheiro. Mas quando confrontada com o pedido de casamento de Max, Elizabeth decidiu lutar pela vida e um mês depois do noivado, casou. Foram vários os tratamentos até Elizabeth afastar a doença e os piores receios. Em junho de 2013, o casal viveu um dos momentos mais felizes da relação quando Elizabeth descobriu que estava grávida e pronta para ser mãe pela primeira vez.  Acontece que um mês depois da boa notícia, o casal foi abalado novamente pelo doença. O tumor de Elizabeth tinha sido detetado novamente. A norte-americana chegou a ser operada, mas acabou por renunciar ao tratamento para não prejudicar o bebé, que acabou por nascer dois meses antes do previsto, a 23 de janeiro de 2014. Algumas semanas depois do nascimento de Lily Anne Joice, a mãe acabou por morrer. Esta história de amor vai ser retratada no documentário “40 semanas”, de Christopher Henze, com estreia prevista para este ano.

Fonte: Correio da Manhã