Atualidade

30 de Julho de 2015

Depois de perder os pais, um menino de 6 anos cria projeto para fazer as pessoas sorrirem

Jaden Hayes teve a ideia porque não queria continuar a ver as pessoas tristes.

A força de superação de Jaden Hayes, de 6 anos, virou notícia nos Estados Unidos. Mesmo depois de encarar duas importantes perdas, ele passou a dedicar-se ao objetivo de levar alegria aos outros. Quando o pequeno tinha 4 anos, o seu pai faleceu. Em 12 de julho deste ano, a mãe foi vítima de um mal súbito e morreu enquanto dormia.

Barbara Di Cola, tia de Jaden, tem ajudado a cuidar do menino e ficou surpresa com a força que ele demonstra. “Um dia quando o  colocava na cama ele disse, ‘Tia, estou muito cansado de ver as pessoas tristes, sem sorrirem. Precisamos fazer com que as pessoas sorriam’”, contou Barbara ao Action 2 News.

A tia disse que o menino tinha razão e perguntou a ele o que eles poderiam fazer. Jaden respondeu: “Precisamos de sair para a rua e fazer com que as pessoas sorriam. Podemos fazer isso?”. A tia pediu para que o menino dormisse e pensasse em maneiras para conseguir concretizar o seu plano. A tia de Jaden afirmou que ele acabou por acordar-lá às 5 h da manhã cheio de ideias!.

Depois de decidir qual era a melhor ideia, os dois compraram vários doces e pequenos brinquedos de plástico, como dinossauros e patinhos, e foram até o centro da cidade onde moram, em Savannah, na Georgia. Chegando lá, Jaden ficou atento para as pessoas que pareciam chateadas ou de mau humor. “Ele dizia, ‘Tia, eles não estão a sorrir. Vamos falar com eles!”, disse Barbara.

Quando essas pessoas se aproximavam, Jaden entregava-lhes um saquinho com guloseimas e brinquedos e, ao ser questionado acerca do motivo  por detrás do inesperado presente e o que o motivava a fazer aquilo, ele simplesmente respondia: “Vê-lo a sorrir. Quero que sorria”.

Barbara não esconde o orgulho que sente pelo sobrinho. “Se não fosse por ele, eu teria aguentado”, disse. “Este homenzinho passou por tantas coisas e já perdeu tanto em sua vida… Mas, mesmo assim, está preocupado em fazer com que outras pessoas sorriam. É a alegria dele. É o que o torna feliz”.

jaden

Fonte:  Crescer