Mães e Pais na 1ª Pessoa

Patrícia Saramago 

Com Bicharocos Carpinteiros

Conta-me Histórias – O Ponto

A aula de desenho tinha terminado, mas a Vera continuava colada à cadeira. A sua folha estava vazia.” É que a Vera não sabia desenhar. E quando desafiada pela professora de desenho a começar por uma marca qualquer, o resultado foi um valente ponto cravado a marcador, mesmo em cheio na folha em branco: “Pronto! Aí tem!”

Mas o que a Vera não esperava era que a professora ficasse tão interessada naquele ponto tão contrariado, quase enraivecido. E ainda menos esperava que depois de o observar atentamente, ela lhe pedisse: “Agora, assina.”

2

E quando, na manhã seguinte, encontrou o seu ponto emoldurado por cima da secretária da professora, a Vera ficou tão surpreendida e orgulhosa do que tinha feito, que deitou mãos à obra: pintou pontos e mais pontos, de todas cores e de vários tamanhos. E não é que os seus pontos foram admirados por todos numa bela exposição?

3

O Ponto é a simplicidade em si mesma, que num formato singelo nos fala da liberdade da criação artística; da importância dos professores no incentivo e na valorização individual; e da diferença que estes podem fazer enquanto mentores, convidando-nos a explorar a nossa criatividade e a confiar que até um início aparentemente simples se pode tornar numa grande aptidão. A ilustração consiste de pequenos quadros que surgem como pontos no centro da folha banca, coloridos e ternos, plenos de leveza e expressividade.

Um livro para sonhadores e artistas de todas as idades.

(Sugestão de leitura em colaboração com a Livraria Cabeçudos) 

Blog | Com Bicharocos Carpinteiros