Espaço Família | Como Cresceram

Nutrição

24 de Junho de 2013

Como lidar com as birras alimentares

paismodernos-nao-quer-comer

• Tente explicar ao seu filho que a alimentação é importante para crescer forte e saudável, é importante que não menospreze a inteligência ou as formas de compreensão das crianças;
• Use a figura de um desenho animado ou herói de que ele goste e dizer que a personagem é forte e joga bem futebol porque come sopa, por exemplo. No caso das meninas poderá ser mais estimulante referir que ficarão com os cabelos e olhos mais bonitos, por exemplo;
• Tente dar nomes sugestivos aos pratos como por exemplo: Arroz de Peixe à CR7 ou Peixe cor-de-rosa (salmão);
• Dê as refeições ao seu filho sempre a horas certas e tente com que ele não petisque pouco tempo antes, uma vez que esse gesto irá diminuir o seu apetite no momento da refeição em que quer que realmente o seu filho coma;
• À partida, se as refeições forem feitas a horas certas, a criança não sentirá fome excessiva nas refeições principais;
• Não force a criança a comer, nem lhe faça sempre a vontade, descubra um equilíbrio;
• A primeira vez que houver uma birra não dê muita importância e deixe a criança fazer o que quer;
• Se a situação se prolongar, seja mais assertivo e não ceda às vontades do seu filho;
• As refeições principais devem iniciar-se com um prato de sopa e, se necessário antes desta, a peça de fruta;
• No almoço e jantar não coloque as panelas na mesa, sirva os pratos com a quantidade adequada para cada pessoa e coloque-os na mesa;
• Utilize pratos pequenos, uma vez que dará a sensação à criança que come mais do que realmente comeu;
• Explique ao seu filho que a quantidade de comida deve ser adaptada à idade e tamanho de cada pessoa;
• Comer mais do que a quantidade adequada para a idade poderá trazer problemas de saúde no futuro do seu filho;
• Tente preparar pratos com cor, apelativos ao olhar. “Os olhos comem primeiro”;
• Dê o exemplo! Sente a criança à mesa para que ela veja os adultos comer. Nesses momentos coma com calma, elogie os alimentos saudáveis, converse com ele.

Dr.ª Iara Rodrigues
Nutricionista