Espaço Família | Somos Avós

Nutrição

16 de Maio de 2016

Como identificar uma reacção alérgica a um alimento

Cada vez mais as crianças apresentam uma sensibilidade acrescida face a produtos alimentares, dado que muitos deles estão expostos a toxinas e outros químicos pouco próprios para o organismo da criança (daí a importância de optar por alimentos biológicos – saibam mais no seguinte post: http://barrigasdeamor.pt/quando-escolher-alimentos-biológicos/ ).

0f017f_eea9f554f9a94a1dab1b0983f1bcd7b2
Quando uma criança ingere um alimento, para além deste fornecer energia ao seu crescimento, também tem um impacto no seu sistema imunitário. Logo, a escolha dos alimentos deve ser cuidada e planeada, para prevenir problemas de saúde.

As alergias alimentares podem ser de um grau mais discreto (que se caracteriza por uma intolerância) até uma alergia acentuada, que coloque em risco a vida da criança
Desta forma, é necessário perceber que sinais e sintomas devemos procurar no nosso bebé para identificar o alimento alergénico e actuar em conformidade.

1- Quando o bebé iniciar a alimentação complementar deve introduzir apenas UM novo alimento de cada vez e esperar 3 a 4 dias para perceber se houve algum tipo de reacção. Se o bebé se deu bem com esse alimento, pode começar a combiná-lo com outros.

2- Saiba que existem alimentos com mais potencial alergénico que outros e portanto deve ter algum cuidado na escolha e moderação no consumo dos mesmos.
Por exemplo: o leite de vaca, ovos, frutos tropicais e vermelhos, soja, trigo, amendoins, marisco, alguns peixes (de aquacultura ou enlatados).

3- A maioria dos bebés apresenta sensibilidade a alguns alimentos (por vezes desenvolvem intolerâncias alimentares), devido à sua imaturidade digestiva, mas conseguem ultrapassar normalmente ao fim do primeiro/segundo ano de vida.

4- As intolerâncias alimentares são mais frequentes com alimentos ricos em glutén, lactose, sulfitos, aditivos químicos e açúcar. Desta forma, o consumo de alimentos com estes constituíntes deve ser moderado a esporádico, de forma a evitar sintomas como: alterações intestinais (distensão abdominal, gases, cólicas), azia, dores de cabeça, cansaço excessivo, irritabilidade.
5- Quando o bebé tem mesmo uma reacção alérgica os sintomas são mais graves e quase imediatos.

Sinais e sintomas comuns compatíveis com uma reacção alérgica a um alimento:
– Erupções cutâneas;
– Inchaço da língua, lábios ou/e rosto;
– Comichão;
– Vómitos;
– Diarreia;
– Gases, mal-estar e distensão abdominal;
– Dificuldade em respirar;

6- Se suspeita de alguma intolerância ou alergia, deve parar de dar o alimento à criança e pedir observação do seu médico ou profissional de saúde para vos orientar melhor.

um artigo exclusivo Barrigas de Amor®

 

image

 

 

 

Enf. Carmen Ferreira  

Picture1