Mães e Pais na 1ª Pessoa

João Moreira Pinto 

E os Filhos dos Outros

Como escolher uma cadeira automóvel

A escolha de uma cadeira para o automóvel pode ser uma verdadeira dor de cabeça. Uma criança precisará pelo menos de duas cadeiras, até chegar aos 36 kg, altura em que passa a poder andar no banco de trás sem cadeira:

– A primeira é uma do grupo 0/0+, que pode ser usada até a criança atingir os 10-13 kg. Esta cadeira costuma ser o ‘ovo’ comprado em conjunto com o troley de passeio. Faz parte do primeiro investimento, o ‘pack maternidade’.

– O segundo investimento será quando a criança tiver 9 kg (próximo do ano de idade). No mercado, já existem cadeiras do grupo 1/2/3. Supostamente, estas podem ser usadas até a criança ter os 36 kg (12 anos). Pessoalmente, duvido que elas durem tanto tempo. Mais, segundo os testes da DECO/Proteste é mais seguro comprar uma cadeira intermédia (grupo 1), que servirá dos 9-18 kg (3-4 anos). Faz sentido, porque se adaptam melhor ao corpo da criança. Mais, as cadeiras do grupo 0+/1 permitem viajar com a criança virada para trás. Finalmente, se houver irmãos e/ou primos, eles poderão herdar a cadeira do grupo 1, quando os mai velhos passarem para as de grupo 2/3 (15-36 kg) .

Qual a diferença das cadeiras do grupo 1 e as do 0+/1? Para além de poderem ser utilizadas desde o nascimento, as cadeiras do grupo 0+/1 permitem viajar com a criança virada para trás. Segundo a DECO/Proteste «o transporte de uma criança nesta posição só se afigura mais seguro quando o automóvel colide de frente. Os testes da DECO, feitos por laboratórios independentes, ao abrangerem a colisão frontal e lateral, revelam que não faz sentido recomendar em absoluto um posicionamento em vez de outro.»

O que é que eu acho sobre isto?

Primeiro, os argumentos da APSI vão muito para além dos testes de colisão, pelo que eu acredito nas reais vantagens de viajar com as crianças viradas para trás, até aos 3-4 anos. Por outro lado, conhecendo as crianças de 2-3-4 anos como conheço, duvido que elas aguentem tanto tempo. Dir-me-ão que é uma questão de hábito (e eu acredito que sim), mas, no dia que se sentarem virados para a frente, aposto que não vão querer outra coisa. Dependerá de cada criança, e dos próprios pais. Assim, na altura de comprar a cadeira, sugiro uma do grupo 0+/1 e ter em mente que é melhor viajar virado para trás. Mas sem fundamentalismos. Se der muita confusão, birras ou mau ambiente familiar, é preferível ir virado para a frente. Não vale a pena estragar uma viajem em família por causa disto.

Resumindo, parece-me mais prudente programar a compra de 3 cadeiras para o automóvel. Primeiro, o ovo, que acompanhará o bebé para onde ele for durante quase todo o primeiro ano de vida. Depois, uma cadeira do grupo 0+/1, que servirá até aos 3-4 anos e pode ir virada para trás ‘enquanto der.’ (Verifique esta opção na altura da compra.) E, terceira e última, a do grupo 2/3, que deverá ser usada até a criança ter 36 kg, pelo menos 1,5 metros de altura e 12 anos de idade.

Blog | E os Filhos dos Outros

© Guia do Bebé