Atualidade

24 de Abril de 2015

Chiado Editora desafiou à criação de “Um livro num dia”

No âmbito do Dia Nacional do Livro, que se comemorou esta quinta-feira, dia 23 de Abril, a Chiado Editora convidou autores reconhecidos, escritores emergentes ou meros sonhadores, à criação de um livro, em apenas um dia.

Para tal, a Chiadora Editora montou um autêntico escritório móvel na Avenida da Liberdade,  em Lisboa, ( frente ao Monumento aos Mortos da Grande Guerra), onde o público deveria apresentar os seus textos originais de forma a integrarem esta edição especial.

Os contos foram entregues em formato digital (PEN), com um limite de 2.000 caracteres.
Todas as fases de construção do livro puderam ser acompanhadas in loco, desde a revisão à paginação e design da capa e, pelas 13:00, o livro seguiu para a gráfica. Ao final da tarde, pelas 18:00 , regressaria ao mesmo local para ser distribuído gratuitamente ao público.

O livro ficará disponível para compra em www.chiadoeditora.com,  entrando no circuito comercial já que pode ser adquirido junto das maiores lojas.

Durante a tarde, no mesmo espaço, realizaram-se  atividades literárias como o ateliê “O Que Te Quero Dizer”, orientado por André Pereira, de participação gratuita.

A iniciativa foi realizada em parceria com a Junta de Freguesia de Santo António. Segundo Gonçalo Martins, CEO da Chiado Editora, “esta iniciativa recebeu o bom acolhimento da Junta e irá ser a primeira de outras colaborações. “Um livro num dia” reflete a nossa forma de estar no mercado da edição. Apostamos na democratização do acesso à publicação, na transparência e na proximidade aos autores. Estamos a inovar tanto com este posicionamento como na rapidez dos nossos processos, nas respostas ágeis”.

Fonte: Hardmusica