Atualidade

6 de Agosto de 2014

Casal idoso morre de mãos dadas com quatro horas de diferença

Uma história de amor está a dar a volta ao mundo. Um casal, junto há 62 anos, despediu-se da vida de mãos dadas e apenas com quatro horas de diferença, dando corpo a uma ideia que, por tradição, se celebra com o casamento, a frase “até que a morte nos separe”.

Don e Maxine Simpson viviam na Califórnia e é a sua própria família a reconhecer que este episódio da vida de ambos teria de acontecer assim.

“Eu sabia no meu coração que era assim que isto tinha de acontecer. A avó e o avô tinham de ter-se encontrado durante a vida e tinham de morrer juntos”, disse Melissa Sloan, neta deste casal, em declarações citadas pelo Daily Mail.

Há duas semanas, Don tinha caído em casa fraturando a anca. Depois de ter sido levado para o hospital a sua saúde continuou a degradar-se a ponto de ter de ficar acamado. A sua mulher, Maxine, combatia também um cancro, há algum tempo.

Os familiares, sentindo que a vida começava a escapar-lhes, fizeram questão de os voltar a reunir, transferindo-os para um quarto onde viveram os seus últimos dias e, de mãos juntas, despediram-se da vida, com apenas quatro horas de distância.

Fonte | Notícias ao Minuto