Atualidade

18 de Maio de 2015

Cada recém-nascido na Finlândia dorme em uma caixa de papel pela razão mais simples e brilhante

E se cada bebé recebesse a mesma caixa para começar  a sua jornada na vida? Hoje em dia os preços referentes a artigos para bebés atingem valores elevadíssimos para muitos casais. Enquanto uns podem adquirir berços e roupinhas novas,  a verdade é que há muitos recém pais que passam por sérias dificuldades apenas para conseguirem assegurar os cuidados básicos. Na Finlândia o cenário é diferente.

Na Finlândia o qu acontece é que, independentemente do status social ou condição financeira, cada mulher grávida recebe uma caixa que inclui os seguintes elementos:

– Colchão, capa de colchão, lençol, capa de edredom, cobertor e colcha.

– A própria caixa que na realidade é utilizada como um berço.

– Roupa para a neve, gorro, luvas e botas.

– Vestido e macacão com capuz.

– Meias, luvas gorro de lã.

– T-shirts, babygrows compridos e leggings em cores e padrões unissex.

– Toalha de banho com capuz, uma tesoura de unhas, escova de cabelo, escova de dentes, termómetro de banho, creme contra assaduras, toalha.

– Jogos de fraldas de pano e lenços de musselina.

– Álbum de fotografias e brinquedos para a dentição.

– Sutiãs acolchoados e preservativos.

Cada recém-nascido na Finlândia dorme em uma caixa de papelão pela razão mais simples e brilhante

 

O melhor de tudo? Esta oferta é totalmente grátis! As “caixas de bebé” são fornecidas pelo governo para ajudar a garantir a segurança e bem-estar de todas as crianças recém-nascidas.

Cada recém-nascido na Finlândia dorme em uma caixa de papelão pela razão mais simples e brilhante

 

Um recente relatório mostrou que as mães finlandesas são as mais felizes do mundo e a caixa de bebé certamente tem algo a ver com isso, já que possibilita que as novas mamãs estejam menos stressadas, especialmente nas primeiras semanas pós-parto.

Ao saber que a “caixa de bebé” tem todo o enxoval necessário, as recém mamãs podem concentrar toda sua atenção no recém-nascido, dando o carinho e cuidados que ele precisa. Isso certamente causou um enorme impacto nas mães finlandesas, sendo que a oferta desta caixa passou a ser uma tradição neste pais.

Cada recém-nascido na Finlândia dorme em uma caixa de papelão pela razão mais simples e brilhante

A taxa de mortalidade de recém-nascidos costumava ser extremamente elevada na Finlândia por volta da década de 1930. De fato, morriam 65 em cada 1.000 bebés. Foi por isso que as autoridades da área de saúde decidiram fazer alterações nos programas sociais para garantir que a segurança e o bem-estar dos recém-nascidos fossem atendidos.

Cada recém-nascido na Finlândia dorme em uma caixa de papelão pela razão mais simples e brilhante

Após a distribuição destes geniais kits de maternidade, em 1938 tudo começou a mudar. Hoje a Finlândia tem uma das taxas de mortalidade infantil mais baixas do mundo. Não é à toa que a Fundação Save The Children nomeou a Finlândia como o “O melhor lugar para se ser mãe em todo o mundo“.

Fonte: Metamorfose Digital