Atualidade

28 de Julho de 2015

Berço de cortiça luso finalista em prémio internacional

Há uma criação portuguesa entre os cinco finalistas do prémio internacional Green Furniture Award, dedicado ao design sustentável. Trata-se do berço em cortiça ‘Sleep Tight’, desenvolvido pelo projeto TASA – Técnicas Ancestrais, Soluções Actuais -, desenhado por Sofia Chinita e Karin Pereira.

A inovação portuguesa compete, assim, lado a lado com duas ideias dinamarquesas e outras duas suecas, que completam a lista dos cinco nomeados para a final do Green Furniture Award. O vencedor é anunciado no próximo dia 11 de Abril, na Milan Design Week, em Itália.

‘Sleep Tight’ é uma obra da TASA, que tem por objetivo conjugar a cultura tradicional regional a nível do artesanato – materiais, técnicas, saberes e fazeres locais-, com a inovação estratégica – design, história do produto, embalagem, imagem.

O berço de cortiça foi desenhado pelas arquitetas Sofia Chinita e Karin Pereira, enquanto que António Luz, o artesão que deu forma ao protótipo, contou com o apoio da Novacortiça para fornecimento da matéria-prima.

“Um simples e poético design numa área pouco explorada pelos designers”, lê-se na página do prémio. “O uso da cortiça é uma excelente forma de preservar as florestas e a sua aplicação no artesanato, tendo em conta que a indústria do vinho tende, cada vez mais, a optar pelo plástico e alumínio”.

Além de produzir artefactos para casa, o projecto TASA desenvolve produtos eco-urbanos e de eco-lazer. Entre os principais materiais utilizados encontram-se os blocos pré-fabricados na região, o vime e a cortiça.

Fonte: Boas Notícias