Atualidade

14 de Novembro de 2014

Bebés com despesas pagas

A austeridade e a falta de recursos têm inibido a opção de ter filhos.

 

 

Em Oliveira do Hospital apoiam-se as famílias que querem ter filhos – com consequências no comércio e instituições locais

O Programa Municipal de Incentivo à Natalidade de Oliveira do Hospital, destacado com uma menção honrosa da distinção. Melhores municípios para Viver 2014, do qual o SOL  é parceiro, ajuda a solucionar este problema através de um subsídio mensal.

Pago entre o nascimento e os três anos, consiste no reembolso de despesas feitas no município com a aquisição de bens e serviços indispensáveis ao desenvolvimento da criança. É completado com outros instrumentos, como o apoio na aquisição de manuais, transportes escolares gratuitos ou bolsas de estudo de carácter social.

Em vigor desde Janeiro de 2013, até Julho de 2014 apoiou 105 bebés provenientes de 104 famílias do concelho. Trata-se de uma medida de acção social que também é de apoio ao comércio e instituições locais. Com efeito, até agora, o investimento do município foi de cerca de 76 mil euros que acabaram por ser aplicados no comércio e serviços de Oliveira do Hospital, criando um efeito multiplicador na economia.

Fonte | Sol