Espaço Família | Somos um Casal

Psicologia

13 de Abril de 2016

As palavras não dizem tudo! A comunicação do casal

 

as palavras não dizem tudoComunicar é um processo social inserido num contexto que inclui palavras, gestos, expressões faciais, silêncios… gerindo esta definição tão abrangente podemos afirmar que, assim sendo, é impossível não comunicar.

É através da comunicação que nos é possível compreender e explicar o comportamento do Outro. Tarefa esta que, olhando, desde logo para a definição, nos faz pensar que nem sempre é algo fácil de ser feito e que nos traz muitas vezes dissabores por mal-entendidos. Como se aquela sequência que aprendemos na escola emissor-mensagem-recetor fosse muito enviesada e aquilo que parte da origem chegue ao destinatário não tão semelhante por inúmeros fatores.

Seguindo então esta lógica, podemos considerar que muito dos problemas que vamos tendo na vida podem ser atribuídos a falhas na comunicação.

Em particular na relação de casal, é muito comum existirem momentos em que as questões de comunicação aparecem como desencadeadoras de grau de insatisfação e desesperança na relação. «Não sei o que sente, o que pensa». «Nós já não falamos um com o outro».

Importa criar pontos de ligação e de expressão entre cada um, descobrindo formas de partilha eficazes, que permitam pôr em comum, ser do conhecimento do outro de uma forma clara.

– Mas como se faz isto?

Fazem-se apelos à criatividade, a formas livres e despreocupadas de sentir e de expressar.

 

Ficam pequenas dicas de um processo que se quer vivido, sentido e partilhado:

  • Não ceder a impulsos.
  • Ser aberto e claro naquilo que quer, que sente, que precisa e transmita-o.
  • Reserve um tempo semanal ou mensal para o casal, em que vão procurar verdadeiramente estar um com outro, sem elementos distratores. Pode ser da responsabilidade de cada um alternadamente, ir organizando esses momentos e surpreendendo o outro.
  • Pratique exercício físico a dois. Estudos revelam que praticar exercício físico com parceiro(a) traz benefícios a vários níveis: bem-estar físico e psicológico, autoestima e interesse sexual.
  • Não deixe assuntos inacabados no final de cada dia.

 

Entretanto, enquanto faz tudo isto, procurem rir um com o outro, pois rir é sempre um bom remédio!

 

*artigo exclusivo para Barrigas de Amor®

Ana Oliveira

Psicóloga Clínica e Terapeuta familiar e de casal

 

Logo