Atualidade

3 de Agosto de 2014

Amamentar melhora relação com o bebé

Mais de quarenta mães juntaram-se ontem no Jardim de Belém, em Lisboa, para partilharem experiências sobre a amamentação. Este foi o 2º Encontro Nacional de Amamentação e foi organizado em várias cidades do País. Segundo explicou Doriana Viana, responsável pela organização deste evento na capital, o encontro foi criado por um conjunto de mães que chegaram à conclusão de que “hoje em dia ainda há muito preconceito e muita desinformação sobre a amamentação”. “Decidimos dizer à população que é possível, que não somos aves raras”, acrescentou a operadora de loja, de 25 anos. Doriana Viana, mãe de Bryan, de 16 meses, refere que “o leite materno é o alimento mais completo que uma criança pode ter”, mas defende que a maior vantagem do aleitamento materno “é o vínculo que se estabelece entre a mãe e o filho. Nós temos uma ligação muito especial”. Ana Brito, de 29 anos, desempregada e mãe de um bebé de 20 meses, conta ao CM que a amamentação é “fundamental para o desenvolvimento das crianças”. “Amamento desde que a minha filha nasceu e ela nunca esteve doente.” Ana lembra que a amamentação tem algumas desvantagens aliadas à pouca informação disponível sobre este tema. “Ainda existem muitos preconceitos. Amamentar em público não é fácil, porque estamos sempre sujeitas a comentários menos agradáveis.” Várias mães foram acompanhadas pelos companheiros no encontro que celebra o aleitamento materno. Rita Costa, de 33 anos, e Filipe Silva, de 35 anos, foram um exemplo. Rita revelou ao CM que o casal sempre foi a favor da amamentação. “Procurámos muita informação sobre este tema. Sabemos que o leite materno é o melhor leite que podemos dar aos bebés”, referiu Rita. De acordo com Filipe Silva, os pais também beneficiam com a amamentação. “Não tenho de me levantar três ou quatro vezes por noite, é muito mais prático”, garante. No Jardim de Belém, realizaram-se várias atividades, entre as quais yoga e massagens para bebés.

Fonte | Correio da Manhã