Espaço Família | Como Cresceram

Saúde

30 de Setembro de 2014

Alimentação saudável para uma boa saúde oral

cronica_virginia_martinho

Para ter dentes resistentes e gengivas saudáveis é necessária uma alimentação equilibrada, com grande variedade de alimentos, garantindo todos os nutrientes e minerais, necessários ao bom desenvolvimento da gengiva e dos dentes.

As vitaminas e os sais minerais são fundamentais. O flúor é o maior protector dos dentes, e está presente em quase todos os alimentos; o cálcio, constituinte dos dentes, existe no leite e derivados (optar pelos sem açúcar) e a vitamina C, importante na síntese do colágenio, constituinte da gengiva, existe em maior quantidade em citrinos.

Os alimentos fibrosos (verduras e frutas) requerem mais mastigação e mais produção de saliva promovendo a limpeza mecânica dos dentes e tecidos gengivais. Mas não substitui a escovagem! A presença de fosfatos, orgânicos e inorgânicos, nos alimentos de origem vegetal tem ainda um efeito protector da cárie dentária.

Atenção:

1. Os alimentos moles e pegajosos tendem a ficar presos entre os dentes, produzindo mais placa bacteriana.

2. Os açúcares e amidos que existem nas bolachas, biscoitos, doces, frutas secas, refrigerantes e batata frita combinam-se com a placa bacteriana produzindo substâncias ácidas que provocam danos no esmalte e cáries.

3. As guloseimas são a principal causa das cáries e o pior inimigo dos dentes.

Para verificar a presença e a quantidade de açúcar nos alimentos devemos lêr os rótulos das embalagens, a lista de ingredientes e a informação nutricional. Se o “açúcar” constar nos primeiros lugares da lista, quer dizer que é um dos principais ingredientes.

Não esquecer que existem várias formas e nomes para “açúcar” (amarelo, mascavado, sacarose, glicose, dextrose, maltose, mel, xarope de glicose, maltodextrinas), e todos contribuem para o aparecimento de cáries dentárias.

A pior altura do dia para ingerir alimentos ou bebidas com açúcar é à noite. Mesmo escovando bem os dentes após, é difícil garantir que não permanecem restos de açúcar na boca, e, como durante a noite a produção de saliva é menor, a protecção antibacteriana diminui.

Devemos limitar o consumo de alimentos e bebidas entre as principais refeições. E se acontece, optar por alimentos nutritivos como queijo, verduras cruas, iogurte natural ou frutas. As crianças devem sempre levar para a escola lanches saudáveis, como por exemplo pão com queijo, iogurte ou leite e/ou fruta.

Consulte o Médico Dentista para saber como a dieta pode afectar a saúde oral.

Crónica escrita por:

Dra. Virgínia Martinho (Médica Dentista)

logo