Espaço Família | Estamos Grávidos

Nutrição

24 de Junho de 2014

Água: Elemento fundamental na ajuda de uma gravidez mais saudável.

agua-gravida2

A água é um elemento fundamental na ajuda de uma gravidez mais saudável.

Mas tenho vindo a reparar que muitas futuras mamãs não sabem bem o que é a água e os milagres que ela faz em nós. Muitas não imaginam como beber água ajuda o bebé e a si mesmas antes e depois do parto. Hoje quero dizer-lhe: beba água! Passo a explicar porquê.

Como é sabido, a água está presente em cerca de dois terços do nosso corpo. A água é o segundo elemento vital para a nossa sobrevivência, logo a seguir ao oxigénio:

– É indispensável para a hidratação do corpo;

– É necessária para o bom funcionamento de todos os órgãos e sistemas;

– Ajuda o organismo a eliminar toxinas;

– Funciona como regulador térmico.

Ainda assim, a maioria das pessoas não bebe água em quantidade suficiente. Não espere pela sensação de sede para decidir beber água, porque a sede revela que o seu organismo se está (mesmo!) a queixar.

A água tem zero calorias. É a única bebida que pode beber sem restrições (não ultrapasse os 3L).

A necessidade de água cresce quando a temperatura ambiente é elevada, quando pratica exercício físico ou quando a alimentação é rica em sal ou substâncias tóxicas. Deve, também, aumentar a ingestão de água em situações de doença ou debilidade física.

Apesar das propagandas às águas de sabores e outras bebidas que se apregoam saudáveis, a água sem qualquer aditivo é a bebida mais pura e eficaz que pode escolher. Nesta fase é uma das suas melhores amigas.

Um bom truque é levar consigo uma garrafa de água de 1,5L ou duas garrafas de 750ml ou três de 500ml quando sair de casa. Ter de a comprar mais tarde vai sair-lhe mais caro e depois ainda se “esquece”…

Se tem dificuldade em beber água em grandes quantidades, ou se não gosta mesmo de beber água (como é o caso de algumas amigas minhas que estão grávidas), pode encontrar algumas alternativas: as infusões e os chás. Fornecem água e têm prioridades calmantes, digestivas e diuréticas. Chá sim, mas sem batota: não use açúcar.

Dou-lhe algumas opções:

Chá de boldo, erva-doce, cascas de laranja, cascas de abacaxi – são chás digestivos que favorecem as secreções gástricas e a digestão.

Chá de melissa, sementes de maracujá doce, erva-cidreira, camomila, hortelã, alfazema, alecrim – são calmantes. Agem como tranquilizantes naturais e indutores de sono.

Chá-de-couro, rosa mosqueta, folha de abacate, quebra-pedra, cavalinha, dente-de-leão – estes chás ajudam no funcionamento dos rins, diminuem inchaços e podem ajudar no tratamento da hipertensão arterial.

Outra alternativa passa pelas águas aromatizadas. Para quem ainda só viu imagens espalhadas pelas redes sociais, aproveito para explicar um pouco mais sobre estas águas e dar algumas sugestões de combinações possíveis. De uma forma muito simples, a água aromatizada é nada mais, nada menos do que água mineral onde se adicionam frutos ou ervas / especiarias.

Uma das minhas preferidas é sem dúvida a seguinte receita: Coloque em 1,5L de água (natural ou fresca), 1 limão grande com casca cortado às rodelas (lave-o bem previamente) e 2 pedaços de gengibre (1,5cm de espessura cada). Este combinado é desintoxicante e termogénica, ajudando a acelerar o nosso metabolismo. Outra de que também gosto muito e que pode ficar “reservada” para aqueles dias muito quentes, em que o nosso corpo só nos pede uma bebida bem fresca e agradável, eis a seguinte sugestão: coloque em 1,5L de água (natural ou fresca), 1/2 pepino com casca cortado às rodelas e 10 folhas de hortelã. O pepino é um alimento que hidrata muito o nosso organismo, pelo que é uma ótima opção para os dias mais quentes.

MAS ATENÇÃO – uma dica muito importante – estas águas devem repousar no frigorífico durante, no mínimo, 2 horas. De modo a que a água ganhe o sabor dos frutos e das ervas / especiarias que lhe adicionarmos.

Por último, tem ainda, a opção dos Para quem ainda só viu imagens espalhadas pelas redes sociais, aproveito para explicar um pouco mais sobre estas águas e dar algumas sugestões de combinações possíveis.

De uma forma muito simples, a água aromatizada é nada mais nada menos do que água mineral onde se adicionam frutos ou ervas / especiarias.

Uma das minhas preferidas é sem dúvida a seguinte receita: Coloque em 1,5L de água (natural ou fresca), 1 limão grande com casca cortado às rodelas (lave-o bem previamente) e 2 pedaços de gengibre (1,5cm de espessura cada).
Este combinado em concreto é desintoxicante e termogénica, ajudando a acelerar o nosso metabolismo.

Outra de que também gosto muito e que pode ficar “reservada” para aqueles dias muito quentes, em que o nosso corpo só nos pede uma bebida bem fresca e agradável, eis a seguinte sugestão: coloque em 1,5L de água (natural ou fresca), 1/2 pepino com casca cortado às rodelas e 10 folhas de hortelã.
O pepino é um alimento que hidrata muito o nosso organismo, pelo que é uma óptima opção para os dias mais quentes.

MAS ATENÇÃO – uma dica muito importante – estas águas devem repousar no frigorifico durante, no mínimo, 2 horas. De modo a que a água ganhe o sabor dos frutos e das ervas / especiarias que lhe adicionarmos.sumos naturais de fruta, que contêm cerca de 6 a 15% de hidratos de carbono por cada 100ml e praticamente não têm proteínas ou gorduras. São saudáveis, porque possuem os mesmos nutrientes da polpa dos frutos utilizados, mas não os beba no lugar da água, pois são calóricos.

Apesar das alternativas, prefira a água. Lembre-se que água é vida e você está a gerar a mais bela e importante de todas.

Dra. Iara Rodrigues

Nutricionista