Atualidade

23 de Maio de 2016

Abono de família atribuído a mais crianças em abril face a março

O abono de família foi atribuído a 1.103.710 crianças e jovens, em abril, mais 774 beneficiários do que em março

O abono de família foi atribuído a 1.103.710 crianças e jovens, em abril, mais 774 beneficiários do que em março, mantendo a tendência de aumento verificada desde janeiro, segundo dados da Segurança Social. Os dados do Instituto da Segurança Social (ISS), atualizados a 20 de abril e sujeitos a atualização, indicam um ligeiro aumento de 0,07% no número de beneficiários do abono de família face a março, mês em que foi atribuído a 1.102.936 crianças e jovens.

Face ao mês homólogo de 2015m em que foram registados 1.149.824 beneficiários, houve menos 46.114 crianças e jovens a receberem esta prestação social, uma quebra de 4,17%, adiantam os dados. Lisboa é a região do país com o maior número de abonos de família atribuídos (218.620), seguindo-se o Porto (216.973), Braga (99.529), Aveiro (73.390), segundo os dados publicados no ‘site’ da Segurança Social. Os aumentos dos abonos de família e dos abonos de família pré-natal entraram em vigor a 01 de fevereiro, trazendo subidas que variam entre os 2% e os 3,5%. O montante do abono de família varia de acordo com a idade da criança ou jovem e com o nível de rendimentos de referência do respetivo agregado familiar. O valor apurado insere-se em escalões de rendimentos estabelecidos, com base no Indexante dos Apoios Sociais (IAS).

In Dinheiro Vivo