Mães e Pais na 1ª Pessoa

Joana Mandaíl 

By Me & Her

A propósito

Não sei se chegaram a ler a crónica do Fernando Alvim, se não podem lê-la AQUI.
Fui para a cama ontem a pensar nisto…primeiramente soou-me a egoísmo masculino, a homem que não tem pachorra e que não dispensa borgas e copos…mas ao ler o resto, terminei também eu a dar-lhe razão e a ver o ponto de vista dele…assertivo!
Os filhos acabam mesmo quase sempre por ser uma desculpa! Uma desculpa para tudo e mais alguma coisa!
Uma desculpa esfarrapada para aquilo que NÃO queremos fazer!
Verdade é que por vezes não dá mesmo para fazer tudo o que estávamos dispostos mas quando se quer muito uma coisa arranja-se tempo e vagar…
Mas cingindo-me ao texto do Alvim, realmente à minha volta os casais com filhos são mais contidos, passam mais tempo em casa, dizem mais vezes não aos almoços, aos jantares, ás saídas e aos convívios!
Contudo muitos deles não os noto mais felizes, parece que vivem uma revolta resignada…e lá soltam a desculpa dos filhos!
Eu própria se calhar também já soltei um não por culpa dos filhos!
O que importa aqui salientar é que realmente ter filhos não é para todos!
Nem todos têm a capacidade de cedência, de mudança, de aceitar novos hábitos…
Filhos são cadilhos já dizia o ditado, e são-o porque ficamos a ter uma responsabilidade desmesurada, com dimensões abruptas e que mete medo!
Ter filhos é coisa seria, não dá para trocar ou devolver!
Nem todos tem estômago, verdade!
A coragem…a ousadia!
Olhando em volta, como ele diz, os casais casam e descasam…assim como o diabo esfrega o olho…
Depois sobram os filhos!
A única coisa boa, são os filhos…
Esses ficam para toda a vida, quer se tenha ou não um casamento eterno…
Vendo bem, ter filhos implica por de parte o nosso egoísmos, aquele que nos faz pensar que ter filhos nos vai prender e limitar.
Mas no geral e tendo certezas, digo que toda a gente com filhos é mais feliz!
Mais completa, não há vazios completos, não há monotonias, não há tempo quase para tristezas!
Mas gosto das pessoas que assumem que não querem te-los! Gosto da frontalidade, da consciência e do arriscar a critica!
Porque ter filhos é bom mas não é para todos, verdade?

Blog By me (& her)